22 de dezembro de 2016

Na Telona :: 'Sing - Quem Canta Seus Males Espanta' #51

POSTADO POR EM 22 de dezembro de 2016

Oi, gente. Tudo bem?


Esses dias participei de mais uma cabine de imprensa aqui em Porto Alegre e hoje vim contar o que achei dessa animação, que chega nesta quinta-feira aos cinemas de todo país. Vamos conferir?!
Filme: Sing - Quem Canta Seus Males Espanta
Título Original: Sing
Diretor: Garth Jennings
Distribuidora: Universal Pictures
Duração: 1h48min
Lançamento: 22 de dezembro de 2016
Gênero: Animação
Sinopse: Buster Moon é um Coala super otimista que está em uma situação tão crítica com seu teatro que mora nele mesmo e está em risco de perdê-lo. Como ama o teatro e seu pai trabalhou duro para ele conseguir aquele teatro que ele tanto queria, tem uma ideia inusitada para salvá-lo: Um concurso de canto. Enquanto isso na mesma cidade tem Rosita, uma Porca doméstica que desistiu da carreira de cantora na adolescência para viver uma vida de dona de casa aonde é constantemente rejeitada pelo marido viciado em trabalho e vive para cuidar de seus 25 leitões. Ash é uma Porco-espinho roqueira-punk que tem um namorado que a trai e ela o expulsa totalmente de sua vida. Johnny é um Gorila-das-montanhas que tem sérios problemas com o pai porque o seu grande sonho é ser cantor e seu pai quer que ele seja um criminoso e seguir seus passos. Meena é uma Elefanta que tem uma bela voz, mas seu medo de palco impede dela realizar seu sonho de ser cantora. Todos são atraídos pelo prêmio de 100.000 dólares que foi um acidente com o olho de vidro da secretária de Buster pois o prêmio só era 1000 dólares e Buster ao invés de contar, tenta conseguir o dinheiro todo prometido.
Buster Moon sempre foi apaixonado pelo mundo dos palcos e quando atingiu a vida adulta ganhou de presente de seu pai o teatro em que cresceu vendo seus espetáculos favoritos para produzir os próprios. Só que os anos se passaram e o Teatro Moon está caindo aos pedaços e à beira da falência após vários fracassos de bilheteria.



Sem perder a esperança, Buster tem a ideia de realizar um concurso de canto, para promover o teatro e tirá-lo do buraco. Contudo, sua atrapalhada assistente causa uma pequena confusão e o prêmio oferecido, que devia ser de mil dólares, passa a ser de 100 mil.

O povo da cidade aparece em peso para participar e conquistar a grana e é a partir daí que conhecemos os personagens centrais da trama. A primeira é Rosita, uma porca que vive como dona de casa e cuida de seus vinte e cinco filhos. O marido só sabe do trabalho e não tem mais olhos para ela. Rosita vê no concurso a chance de brilhar outra vez aos olhos do amado, saindo de sua zona de conforto.

Também vamos conhecer Johnny, um gorila que tem sua vida cercada pelo crime. O pai dele é o líder de uma gangue e sonha em vê-lo seguindo seus passos. Contudo, o sonho de Johnny é cantar e a oportunidade no show de Buster é um grande acontecimento para ele. Além disso, temos Meena, uma elefanta que ama cantar, mas morre de medo de palco. Ela recebe o incentivo de sua família, principalmente de seu avô, que confia em seu talento e sabe que ela é capaz de alcançar as estrelas.

Mesmo com a confusão do prêmio, Buster resolve seguir com o show. Só que ele precisará esconder a verdade dos participantes enquanto tenta arrecadar o dinheiro necessário para pagar o vencedor. Mas será que ele vai conseguir esconder esse segredo por muito tempo? E se não, o que isso vai lhe custar?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!



Quando vi o trailer de Sing pela primeira vez, me apaixonei imediatamente. Adoro animações, principalmente aquelas com temática musical e ver algumas de minhas canções favoritas representadas na obra foi o estopim para eu decidir que precisava vê-lo imediatamente. Então, assim que recebi o convite da cabine, confirmei presença e fui bastante animado assistir.

A obra cumpre exatamente com o prometido. É um filme belíssimo, com o intuito de prender crianças e adultos na sala de cinema. Não é uma trama muito profunda, se formos analisar, mas trata de temas bastante intensos, tendo como foco as relações interpessoais, seja entre namorados, pai e filho, marido e mulher ou o que for.

O que mais gostei no filme foi como ele bate na tecla que diz que para atingirmos nossos sonhos devemos acreditar em nós mesmos. Vemos pessoas comuns que têm talento escondidas atrás de dramas cotidianos se soltando e mostrando que estão ali, que vivem, se importam e querem ser vistas. Amei demais.

As músicas reproduzidas na película são de diversos gêneros, para agradar a todos os gostos. A única coisa que me incomodou nisso foi a questão da tradução da música cantada pela personagem Ash, dublada por Wanessa Camargo. A diferença entre a mixagem de som das músicas que foram mantidas com a dessa é gritante e ficou realmente difícil de engolir. Se todas as músicas foram mantidas, acho que essa também poderia.



Sobre a dublagem, achei que fosse reclamar muito e devo confessar que não me incomodei. Não gosto de filmes dublados, menos ainda os que são por artistas famosos, mas aqui achei que tudo combinou. Apesar das vozes enjoadas, Wanessa e Sandy conseguiram se sair bem, mas quem me surpreendeu mesmo foi Fiuk e Mariana Ximenes, os dois estão realmente ótimos!

O final do filme deixa as pontas fechadas, mas não deixo de ter esperanças de que podemos ter uma continuação. Há tempos não me divertia tanto em uma sala de cinema e se num futuro tivermos Sing 2, serei um dos primeiros a comprar ingresso para a estreia. Meu nível de paixão foi tanto que recomendei para todos os meus amigos e até para aqueles que não conheço muito bem,

Com uma trama cativante, uma trilha sonora excelente e a emoção dominando cada cena, Sing é uma obra fantástica e que merece ser assistida por todos vocês. Garanto que vale muito a pena! Se joguem nessa maravilha em forma de animação.

Beijos e até a próxima!

1 comentários:

  1. Leo!
    Amo musicais ainda mais se são em desenho e aqui parece que a luta vale a pena para salvar o negócio.
    Quero poder assistir.
    “O Natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorize a vida.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir