1 de dezembro de 2016

Tá Na Estante :: 'A Princesa da Lapa' #617

POSTADO POR EM 1 de dezembro de 2016

Oi, gente. Tudo bem?


Essa semana eu li um livro muito mágico de um autor muito amigo meu e precisei vir contar para vocês o que achei dessa obra. Vamos conferir?!
Livro: A Princesa da Lapa
Autor: Danilo Barbosa
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 304
Sinopse: Há tempos, entre os postes brilhantes e solitários da Lapa, houve um castelo feito de amores e ilusões perdidas. Nele, entre cortinas e brocados, existiu uma bela mulher, prisioneira de sentimentos perdidos e marcada pelo desejo dos homens. Uma mulher inesquecível, que foi chamada e ovacionada como a Princesa da Lapa. Jonas é um jovem escritor capaz de escrever as mais belas histórias de amor, mas não de vivenciá-las. Por ter sido abandonado por aquela que considerava a mulher da sua vida, ele não acredita mais em finais felizes. Até que, em uma noite, uma misteriosa senhora o encontra, disposta a lhe contar a sua história... A partir do momento em que a fantástica personagem começa a se revelar ao cético criador de histórias, um novo conto de fadas se revela aos olhos dos leitores, mostrando um mundo de paixões vorazes, sensualidade, poderes supremos e a eterna luta do bem contra o mal. Sejam bem-vindos à incrível e instigante história daquela que ficou conhecida para sempre como A Princesa da Lapa.
Jonas Albuquerque é um jovem escritor conhecido nacionalmente por suas histórias de amor. Contudo, o homem não consegue ter em sua própria vida aquilo que descreve em suas obras. Após ter sido abandonado por Luíza, com quem imaginava construir uma vida a dois, Jonas deixou de acreditar no amor e em finais felizes.

Ainda remoendo o término, Jonas resolve sair para a noite e descontar suas frustrações na bebida e na diversão. Porém, o destino prega-lhe uma peça e ele reencontra Luíza. Jonas bem que tenta abordá-la e tentar entender o motivo de ter sido deixado, mas Luíza é impassível e não quer assunto. Assim, meio bêbado, ele sai vagando pelas ruas da cidade, sem imaginar que sua vida está prestes a mudar.

Quando um carro cruza seu caminho, Jonas quase é atropelado, caindo no chão e desmaiando. Ao acordar, ele encontra-se em uma biblioteca repleta de fantásticas obras. Com a curiosidade e a paixão pelos livros o movendo, ele resolve folhear alguns exemplares e nota que todos estão assinados. Entretanto, há apenas uma letra em cada assinatura, um majestoso R.

Interessado em saber quem é a dona de tão vasta coleção e o significado daquele R, Jonas parte em busca desta pessoa. Ao entrar no escritório da mansão, finalmente conhece a senhora que possui tanto bom gosto. Seu nome é Larissa e ela está determinada a fazer com que Jonas conte sua história, dos tempos em que era conhecida como R, a Princesa da Lapa.

Larissa adianta que aos ouvidos agora céticos de Jonas sua história irá soar como um conto de fadas, uma fábula criada pela imaginação senil de uma idosa. E no começo ele realmente demora a acreditar, mas quando é transportado para um Rio de Janeiro do passado, regado pela boemia e pela paixão, tudo aquilo em que o escritor acredita começa a entrar em conflito.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Eu conheci o Danilo Barbosa na Bienal do Rio de Janeiro no ano passado. Conversamos bastante e acabamos nos tornando grandes amigos. Sempre soube que ele era autor, mas nunca havia lido nada escrito por ele. Até que, essa semana, resolvi tomar vergonha na cara e me aventurar em uma de suas obras que mais parecia ter o poder de me agradar. E a pergunta que não quer calar é: por que eu não fiz isso antes?!

A escrita do Dan é bastante poética, o que confesso que me incomodou no começo da leitura. Não esperava encontrar algo assim e por isso as primeiras cinquenta páginas foram bastante demoradas para eu ler. Todavia, depois que me acostumei com a escrita, não consegui largar a obra, até que virasse a última página.

O livro é dividido em três partes. A primeira nos apresenta Jonas e Larissa e mostra seu encontro; a segunda conta a história de Larissa enquanto era R; e a terceira é o que acontece depois do fim da narrativa da senhora. Obviamente, a segunda parte é a maior e a que domina o livro, além de ser a minha favorita. Gostei também da primeira, mas achei que Danilo poderia ter resumido-a em certos pontos.

A narrativa é feita em primeira pessoa, em grande parte pela perspectiva de Larissa, exatamente como se ela estivesse contando suas experiências para Jonas. Amei o modo como o autor deixou tudo isso de uma forma pessoal, apresentando a personagem de uma forma que a deixou real. Me apaixonei por R assim que a conheci e passei o livro todo sofrendo e sorrindo com ela, torcendo por seu final feliz.

Os personagens foram todos muito bem desenvolvidos e cada um deles tem sua derradeira importância na trama. Meus favoritos foram, de longe, Lucas e Kyo. Lucas é o homem que chega para mostrar a R o que é o amor; Kyo é sua fiel companheira na Casa dos Prazeres e uma das pessoas mais doces que já existiram. Os dois são extremamente leais à R e mudam a vida dela, cada um à sua maneira.

Falando em personagens, como não reservar um espaço para falar sobre nossa protagonista? R é uma mulher cheia de vida, com cabelos vermelhos que encantam e dominam qualquer homem. Ela conhece seus dotes e não hesita em usá-los para dar prazer. Gostei demais do seu jeito, que mesmo tendo toda essa aura de mulher fatal, ainda tinha muita inocência preservada.

O desfecho foi de tirar o fôlego. Durante toda a obra, Danilo inseriu elementos mágicos de uma forma sutil e eu fui me perguntando qual seria a explicação para aquilo tudo. E o final não deixa a desejar. O autor soube esclarecer tudo de uma forma coesa e fechar todas as pontas. Contudo, na terceira parte, senti que ele abriu uma nova, que me deixou completamente instigado. Será que teremos um livro dois em breve?

Quanto à edição física, achei excelente o trabalho da Universo dos Livros. A capa foi feita pela talentosíssima Rebecca Barboza e está maravilhosa, ilustrando muito bem a personagem-título. A diagramação é simples, as páginas são amareladas, a fonte tem um tamanho agradável e a revisão está impecável. A única coisa que me incomodou foi a pequena espessura das páginas. A cada virar eu achava que iam se rasgar, de tão finas.

A Princesa da Lapa é um livro belo, puro, mágico e encantador e eu estou apaixonado por essa história. Se joguem nessa aventura acerca do amor e surpreendam-se com o encanto que está contido a cada página. Com certeza recomendo essa história. Vale muito a pena!

Beijos e até a próxima!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
CLIQUE AQUI e saiba como participar!

5 comentários:

  1. Confesso que achei a história um pouco confusa e não me interessei muito pelo livro (apesar de a capa ser linda). Não entendi como ele foi acordar em uma biblioteca, mas fiquei um pouco curiosa pra saber a história da Larissa.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  2. Leo!
    Li apenas um dos livros do Danilo e gostei muito.
    Gostaria de ler esse também, afinal tem um pouco de magia e fala sobre viagem no tempo pelo que entendi e seria uma leitura bem prazerosa.
    Desejo mais sucesso para o amigo Danilo.
    “Que os sinos natalícios anunciem as boas novas e te tragam um natal abençoado. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela linda resenha, Léo! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Também não me dou bem com escrita poética, acho que é falta de costume mesmo rs. Gostei de saber que a personagem é escritora e tem muitos livros, acho que tem mistério nessa historia também, como ele foi parar lá na casa dela, o que aconteceu com ela, despertou meu interesse em saber.

    ResponderExcluir
  5. Oi Léo,
    Não sei se entendi bem a sinopse, fiquei um pouco perdida sobre qual seria o papel do Jonas no livro, pois pelo que entendi a protagonista é a Larissa e ela, sim, tem uma história para contar. Fiquei pensando sobre que proposito o autor juntou estes dois personagens e como será o desfecho da trama. A história de vida de Larissa, me parece bem intrigante, fiquei curiosa em conhece-la!!

    ResponderExcluir