22 de fevereiro de 2017

Tá Na Estante :: 'Viva La Vida Tosca' #637

POSTADO POR EM 22 de fevereiro de 2017

E aí, pessoal! Tudo bem?


Hoje vim falar pra vocês o que achei do livro Viva La Vida Tosca, biografia de João Gordo, que foi lançada no finalzinho do ano passado pela DarkSide Books. Vamos conferir?!

Livro: Viva La Vida Tosca
Autores: João Gordo & André Barcinski
Editora: DarkSide Books
Páginas: 320
Sinopse: O Brasil todo conhece João Gordo, o carismático e polêmico apresentador de TV e vocalista da banda punk Ratos de Porão. Por mais de vinte anos, João tem sido uma figura importante da cultura pop nacional, famoso por seu jeito escrachado e espontâneo, um personagem amado e odiado com igual intensidade. Se todo mundo conhece João Gordo, poucos conhecem João Francisco Benedan. Em João Gordo: Viva la Vida Tosca, ele conta, em primeira pessoa, toda a história de uma vida fascinante e desconhecida, por vezes hilariante, outras vezes triste e comovente. Com seu jeito sincero e sem papas na língua, João fala de tudo: das brigas com o pai, da história do punk brasileiro, de sua trajetória incomum na TV, de sua transformação em ídolo infanto-juvenil e dos excessos – de drogas, álcool e ego – que quase lhe custaram a vida. O livro João Gordo é narrado em primeira pessoa, com o linguajar típico de João Gordo, e foi escrito pelo jornalista André Barcinski, que entrevistou João por quase dezoito meses. O resultado é um relato inesquecível da vida de uma figura incomparável de nossa cultura pop, um punk que se tornou ídolo da molecada e que nunca mudou seu jeito de ser.
Todo mundo já deve ter ouvido alguma vez na vida o nome de João Gordo. Seja por seus programas na MTV, onde não tinha papas na língua e se envolvia em grandes polêmicas, seja como o vocalista da banda Ratos de Porão, uma das primeiras do gênero punk no país. Digam o que quiserem, mas João Gordo é uma figura importante da cultura nacional.

Porém, quem é João Francisco Benedan, o homem por trás dessa pose desbocada? Viva La Vida Tosca, escrito pelo próprio Gordo, em parceria com o jornalista André Barcinski, narra em primeira pessoa a vida do controverso cantor, com uma narrativa sincera e o linguajar característico de Gordo.

A obra segue a cronologia da vida de Gordo, iniciando com sua infância e partindo para os dias atuais. Nascido em São Paulo, no ano de 1964, João Gordo cresceu sob um regime "ditatorial" dentro de casa. Seu pai, um PM, gostava de impor regras, e João, rebelde desde pequeno, gostava de quebrá-las e isso foi motivo para inúmeros conflitos dentro de casa.

Em 1983, João entrou para a banda Ratos de Porão, onde ainda permanece. Por conta da banda, o cantor foi um dos protagonistas do movimento punk no Brasil e aqui na biografia conta como foi essa experiência, o preconceito enfrentado pelas massas e como foi conquistar seu espaço mediante tantas dificuldades.

Seguindo, o livro ainda aborda sua carreira de apresentador, o envolvimento com as drogas e a formação de sua família, tudo de uma forma sincera e sem poupar o leitor dos detalhes sórdidos.

Eu não sou muito de ler biografias e tampouco sou fã de João Gordo ou do cenário musical hardcore, mas quando a DarkSide ofereceu um exemplar para resenha, não pude recusar e resolvi arriscar a leitura. E não é que a experiência foi interessante?

O linguajar utilizado foi o que eu mais gostei, apesar dos palavrões. É tudo muito fluido, sem aquela linguagem técnica que eu acredito ser usada em biografias. Contudo, achei que ficou algo um tanto desconexo. As etapas da vida de Gordo ficaram bem divididas na obra e as mudanças de foco não foram nada sutis. Saíamos de repente de um assunto para entrar em outro e isso me incomodou um pouco.

Outro porém da obra é o tamanho. O livro tem um pouco mais de 300 páginas, mas pensem que ainda temos diversas fotos cedidas por Gordo para ilustrar a obra. Acredito que muita coisa interessante foi deixada de fora e, sinceramente, eu não me importaria de ler mais cem páginas. Me diverti muito com a leitura e passei a ver Gordo com outros olhos.

Viva La Vida Tosca é um livro sensacional, que apresenta outra face de João Gordo, aquela de quem aprendeu com os próprios erros e se reconstruiu quando percebeu que estava prestes a atingir o fundo do poço. Com uma edição caprichada típica da DarkSide, esse é um livro que merece ser lido e eu com certeza recomendo!

***
Esta postagem esta concorrendo COMENTÁRIO PREMIADO!
CLIQUE AQUI e saiba como participar.

5 comentários:

  1. Oi Wellyson, tudo bem?
    Não leio muito biografias, e nem sou fã do João Gordo. Achei interessante a premissa do livro, ainda mais por se tratar de alguém que conta histórias realmente interessantes de serem lidas, mas eu por enquanto não pretendo ler este livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Well!
    Pude acompanhar o início da banda e todo o movimento punk que surgiu no Brasil nos anos 80 e até gostava da irreverência do João Gordo e da banda Ratos de Porão.
    Acho sempre bom poder ler uma biografia de uma pessoa tão controversa como ele e queira ou não, ele fez história no campo musical.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Não leio biografias e não sou fã do João Gordo, mas já ouvi falar dele, não curto esse estilo de música, mas para os fãs é um presentão, poder saber desde o começo do ídolo e suas dificuldades que teve que enfrentar, para chegar onde chegou.

    ResponderExcluir
  4. eu não gosto muito de biografias
    e não sou fã do joão gordo e sei lá... acho que se fosse ler biografias seria de outras pessoas. tudo bem que fala do começo de carreira e as dificuldades, mas não leria
    e se o livro não tivesse palavrão eu definitivamente ia dizer isso NÃO é dele

    ResponderExcluir
  5. Oi, Well!!
    Não gosto muito de biografias!! E como não tenho muita afinidade com o João gordo, infelizmente não leria esse livro não!!
    Beijoss

    ResponderExcluir