24 de março de 2017

Tá Na Estante :: 'Espero por Você' #646

POSTADO POR EM 24 de março de 2017

Olá galerinha! Tudo bem?


Aqui quem escreve hoje é a Nathy. Não consigo pensar em outra forma de começar essa resenha senão agradecendo imensamente o convite que o lindo do Leo me fez. Obrigada por me dar de volta uma pequena parte de algo que foi uma grande parte da minha vida alguns anos atrás. Te amo por isso! Mas vamos deixar o sentimentalismo barato para os livros do Nicholas Sparks e ir ao assunto que realmente nos interessa aqui. Saí da minha aposentadoria precoce somente para vir comentar com vocês sobre a minha última leitura: Espero por você!
Livro: Espero por Você
Série: Wait for You (#01)
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Sinopse: Algumas coisas valem a pena esperar. Algumas coisas valem a pena experimentar. Algumas coisas não devem ser mantidas em silêncio. E, por algumas coisas, vale a pena lutar. Avery Morgansten precisa fugir. Ir para uma faculdade a centenas de quilômetros de casa foi a única forma que encontrou para esquecer o acontecimento fatídico que, cinco anos antes, mudara a sua vida para sempre. O que não estava em seus planos era atrair a atenção do único rapaz que pode mudar totalmente a rota do futuro que Avery está tentando construir. Cameron Hamilton tem um metro e noventa de altura, impressionantes olhos azuis e uma habilidade notável para fazer com que Avery deseje coisas que ela acreditava terem sido roubadas irrevogavelmente dela. Envolver-se com ele é perigoso. No entanto, ignorar a tensão entre eles — e despertar um lado dela que nunca soube que existia — é impossível. Até onde ela estará disposta a ir e o que fará para esquecer o passado e viver aquela relação intensa e apaixonada, que ameaça ruir todas as suas certezas e fazê-la conhecer um mundo de sensações que julgava estar negadas para sempre?
Começaremos com a verdade nua e crua: escolhi o livro apenas pelo título e pela capa. Quem me conhece a mais tempo sabe que sou fútil a esse ponto. Não conhecia a autora e nunca tinha ouvido falar do livro. Mas estava precisando de algum YA bonitinho e cheio de clichês, e eis que Espero por Você caiu no meu colo.

Na história somos introduzidos à vida aparentemente normal da caloura universitária Avery Morgansten. Avery abandonou a cidade onde foi criada, no Texas, para fazer faculdade no local mais distante possível de casa. Deixando o ensino médio, ela espera deixar para trás – também – o passado trágico e todas as consequências do mesmo em sua vida.

Avery é uma personagem complexa, cheia de medos, ansiedades e que carrega uma negatividade imensa em relação a si mesma. Tendo isso em vista, fica bem mais fácil de entender as motivações que levaram ao encontro do nosso galã da história.

No primeiro dia de aula, Avery se atrasa por conta de um engarrafamento na estrada, e na correria para chegar a tempo para a aula de Astronomia (ela tem pavor de chegar atrasada) acaba por dar de cara – literalmente – com Cameron Hamilton.

Cameron, à primeira vista, é o típico estudante universitário popular, lindo e mulherengo. Tinha tudo para ser um clichê ambulante, mas conseguiu ser justamente ao contrário. Avery se sente automaticamente atraída por ele, e tem medo disso. Ela está fugindo do passado, e Cameron tem tudo para trazê-lo de volta ao presente.

Então ela se auto impõe o objetivo de se manter afastada. Mas isso se torna um pouco difícil quando ela descobre que terá que passar todo o semestre sendo parceira de Cam na aula de Astronomia e, além disso, que ele é seu vizinho.

Cam é um personagem que conseguiu superar todas as minhas expectativas. Ele foi conquistando seu espaço na vida de Avery lentamente, e no meu coração também – é obvio. Se me pedissem para descrevê-lo em uma só palavra eu escolheria Paciência. Nunca vi um homem para ser tão paciente quanto esse!

Em determinadas partes do livro até senti pena dele. Tudo bem que a Avery estava lidando com um trauma que a afetou psicologicamente, mas que mulherzinha cheia de mimimi. Sabe aquela baita vontade que as vezes dá de entrar dentro do livro e encher a cara da protagonista de tapas? Então. Senti isso por boa metade do livro.

Tirando esse fato, me encantei com a forma que a autora construiu a história. Não é um livro com temas leves. São assuntos pesados e que ainda carregam um certo tabu, como estupro e violência doméstica. Mas após concluir a leitura posso dizer com toda certeza que essa não é uma história sobre estupro. Essa é uma história sobre superação, salvamento, sobre não deixar que um único acontecimento dite o resto da sua vida.

Por mais defeitos que a Avery possa possuir, não posso citar fraqueza como um deles. Afinal de contas, ela reuniu forças de nem sei onde para mudar a sua história.

Gostei também para o destaque dado ao quesito culpa. O sentimento de culpa era algo notório na Avery do começo do livro. É bonito – inspirador, até – ver a personagem trabalhando seus problemas e enfim aceitando e entendendo que ela foi uma vítima que a culpa não era dela.

Um dos pontos negativos que posso ressaltar é a falta de profundidade que senti em alguns aspectos. É quase como se a autora quisesse suavizar a história para não chocar os leitores. Achei desnecessária essa preocupação, e senti realmente que alguns pontos mereciam mais detalhamento, para balançar realmente com a cabeça do leitor.

A construção de personagens secundários foi muito bem pensada. São personagens cativantes e que nos deixam querendo saber mais sobre eles. Caí na gargalhada várias vezes por conta dos amigos loucos de Avery: Brit e Jacob. E como não morrer de amores por Raphael, a tartaruga de estimação do Cam?

Concluindo: indicaria para uma leitura descompromissada e sem expectativas muito altas. É uma leitura fácil, embora com assuntos complexos. Recomendo para fãs incondicionais de romances clichês. E com isso me despeço de vocês.

Até qualquer dia. Talvez.

0 comentários:

Postar um comentário