8 de abril de 2017

Tá Na Estante :: 'Amor Imenso' #650

POSTADO POR EM 8 de abril de 2017

Heeey, gente. Tudo bem??

Passei por uma ressaca literária intensa no último mês (contei um pouco mais no vídeo de Lidos de Março), então acabei não conseguindo ler muitas coisas. Recebi Amor Imenso da Márcia, editora do selo Essência na Planeta de Livros, e fiquei empolgada pela sinopse. Usei-o para amenizar um pouco a ressaca e hoje vou contar para vocês o que achei da leitura.
Livro: Amor Imenso
Autora: Penelope
Editora: Essência
Páginas: 272
Sinopse: Desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso. Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava. Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes. Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato. Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e... muito mais atraente. Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?

Clique aqui para comprar o livro!

Amor Imenso apresenta um dos meus tipos favoritos de narrativa: o amor que surge através de uma amizade. Amélia e Justin se conhecem desde a infância e faziam o tipo de amigos que cresceriam para ficar juntos. Justin sempre a amou e nunca soube esconder muito bem os sentimentos, já Amélia era mais reservada quanto ao que tinha guardado dentro de si, mesmo estando sempre desesperada para estar perto do jovem vizinho.



Os anos foram passando e a amizade foi crescendo de forma gradual, assim como o amor que nutriam um pelo outro. No entanto, o medo de acabar com o puro sentimento que tinham fez com que eles nunca expusessem o mesmo, seguindo com a bela amizade. Amizade essa que foi cortada por uma sucessão de fatos que fez com que Amélia abandonasse a pequena cidade, ainda na adolescência, sem olhar para trás, deixando um Justin perdidamente apaixonado e magoado.

Tempos depois ambos recebem a triste notícia do falecimento de Naná, avó de Amélia e grande responsável por boa parte dos tempos que passaram juntos, tendo em vista que a casa dela era refúgio para o casal de amigos e ela ainda era babá de Justin. Com este pensamento e visando unir novamente os amigos, Naná deixa como herança para ambos a casa que guarda tantas recordações para os dois.



Necessitados de uma volta ao passado, eles não perdem tempo antes de embarcar para a pequena cidade interiorana a fim de desfrutarem das férias de verão. Amélia vai sozinha, cheia de incertezas sobre a vida que leva e curiosa em descobrir sobre quem Justin é atualmente. Ele chega com uma namorada que é simpática demais para que Amélia tenha raiva e ainda demonstrando que todo o carinho que sentia pela amiga transformou-se em uma mágoa que cresce mais a cada dia.

Agora eles terão dois meses juntos na casa que guarda tantas lembranças e descobrindo que o sentimento que os unia na infância ainda está guardado dentro deles, mesmo que, para um deles, sobrepujado pela intensa mágoa. 

***

Sabe aqueles livros que você pega sem pretensão alguma, mas acaba completamente envolvido e apaixonado pela trama ao ponto de não conseguir largar? Amor Imenso é um deles! Confesso que quando comecei a leitura estava esperando mais um erótico clichê envolvendo melhores amigos, mas a Penelope criou uma trama tão envolvente e dramática que eu só conseguia colocar o livro em um pedestal.



Começamos naquele imenso mistério acerca da partida da Amélia e sobre como tudo isso modificou a vida do nosso casal protagonista. Entender e acompanhar essas descobertas traz uma carga de adrenalina para a trama que é praticamente impossível de deixar de lado. Além disso, o embate do casal atualmente, em relação com o que eram no passado, também abre margem para novas descobertas, já que as mudanças em suas vidas são reveladas de forma gradual.

Eu adorei o fato da autora ter colocado a namorada do Justin como uma amiga para a Amélia, não tendo utilizado-a como uma artimanha para as fúteis brigas de mulheres que vemos nos livros. Pontos de sororidade para ela! Devo confessar que a interação dessas duas quase me deixou mais animada que a do casal protagonista - mas não tanto!



Amélia e Justin fazem a linha de opostos que se atraem, então temos muitas características distintas para analisar, prendendo-nos ainda mais na trama que já é envolvente o suficiente. E além de tudo isso, temos como extra as cenas de sexo muito bem escritas da Penelepe - a bicha é destruidora mesmo! Apesar de bem detalhadas, as cenas não passam para o lado depravado ou esdruxulo do sexo, mesmo que em muitos momentos ela use palavras chulas e um vocabulário bem impróprio.

No fim das contas, só posso dizer que acompanhar esses personagens em suas trajetórias de vida, tanto os principais quanto os secundários, foi uma experiência absolutamente fantástica. Fiquei apaixonada pela narrativa da Penelope e curiosa para ler algo mais dela. Indico super a leitura! ♥



Espero que tenham curtido a resenha, e conta aqui nos comentários se você já leu algo da Penélope e o que você achou, vou adorar saber. Vejo vocês em breve :)

Beijocas e até a próxima!!!

0 comentários:

Postar um comentário