27 abril, 2017

Sozinha também é legal!

Heeey, gente. Tudo bem??

Estava nas minhas metas desse ano fazer mais coisas sozinhas. Confesso que ainda não tenho muita confiança para viajar sozinha – apesar de que na última viagem que fiz conheci uma garota que estava lá sozinha e fiquei completamente apaixonada pela ideia! -, mas queria, ao menos, fazer alguns outros programas tendo apenas a minha própria companhia.

Eu adoro sair sozinha, adoro ir ao shopping, ao centro da cidade, andar sem rumo e sem saber o que estou procurando e confesso que em algumas dessas andanças recebo uns olhares estranhos de algumas pessoas. Não sei se isso deve-se ao fato de eu estar sozinha, e feliz por estar sozinha, ou porque eu sou estranha mesmo. Fica aí o questionamento.

O fato é que algumas semanas atrás fiz uma coisa que queria há muito tempo: Fui ao cinema sozinha. Gente, que libertador! Por um momento achei que fosse ficar sem graça, ou até meio solitária, mas foi tão bom. Eu estava louca para assistir A Bela e a Fera, minha mãe tinha acabado de começar em um novo trabalho e nossos horários não coincidiam, minhas amigas estavam com a agenda lotada; mas eu ainda queria loucamente ver o filme. 
Tomei a decisão na saída do trabalho. Peguei uma carona com a minha chefe, já que trabalho em outra cidade, e quando estava chegando perto soltei um: “Ah, me deixa no shopping!”, eu sabia que teria uma sessão às 03h:15min, então daria tempo. Comprei o ticket, pipoca, refrigerante e muita balinha e me enfiei na sala lotada. Foi ótimo!
Eu saí da sala de cinema sorrindo de orelha a orelha, satisfeita com o filme e com a coragem de fazer isso sozinha. Gostei tanto do filme que fui assistir novamente com o crush, haha. É libertador saber que não precisamos de outras pessoas para fazer programas divertidos, para viver e curtir a vida. A real sensação que senti ao sair da sala foi liberdade. Me senti liberta!
Escrevo este post com a ideia de incentivar vocês a fazerem algo novo, algo quem têm medo, mas que têm vontade. Gente, a sensação ao concluir é tão bom. Ir ao cinema sozinha foi tão bom quanto me jogar de uma tirolesa, a única diferença é que nunca mais me jogo duma tirolesa, mas ao cinema sozinha: com certeza irei mais vezes!

Beijocas e até a próxima!!!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

2 Comentários

  • thaila oliveira
    27 abril, 2017

    oi Barbara, eu achei incrível seu post pois eu sou muito dependente, eu vou ao centro sozinha, ando por lojas e afins, mas se é um programa que sai da minha zona de conforto eu travo, fui apenas uma vez sozinha ao cinema e tive uma crise de choro pq me senti mal em estar ali sozinha, foi assustador em uma certa medida pq percebi o quão dependente eu estava naquela ocasião, as vezes eu quero sair mas por não ter companhia fico em casa e isso me deprime em um certo ponto também, mas seu texto foi tão bacana, tão independente que dá vontade de arriscar de novo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

  • Paac Rodrigues
    27 abril, 2017

    Sinceramente eu adorei esse teu post, é sempre bom termos liberdade e independência, eu morria de medo de viajar sozinha e quando fiz me caguei de medo kkkkk, mas na segunda vez foi menos ruim kk.