2 de junho de 2017

Tá Na Estante :: 'Uma Noite Como Esta' #668

POSTADO POR EM 2 de junho de 2017

Heeey, gente. Tudo bem??

No post de hoje trago a resenha de um livro que eu penei, mas consegui concluir, e olha que estamos falando de Julia Quinn. Vamos de romance de época?

Livro: Uma Noite como Esta
Série: Quarteto Smythe-Smith #02
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas:  272
Sinopse: Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra...Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde.Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação.Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não adimita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.





Anne Wynter não é quem se diz ser e desde que precisou sair de casa, vive escondida nas casas de grandes famílias, trabalhando como governanta. Ela não informa de onde veio e seus empregadores sequer sabem se a jovem moça tem algum parente vivo a quem deve satisfação, mas a sua graça e impecável educação faz com que ela seja uma excelente governanta e isso acalme todas as dúvidas que possa haver na mente dos donos das casas por onde ela já passou.




Agora a jovem trabalha na casa dos Smythe-Smith, educando Frances, Elizabeth e Harriet, primas mais novas de Honoria e Daniel Smythe-Smith, sendo este último um Conde. Daniel estava exilado na Itália, há três anos, desde que um mal entendido o fez ser jurado de morte. Agora ele pôde retornar à Inglaterra sob a promessa de não ter nenhum atentado contra a sua vida. Voltou para casa exatamente no dia do concerto do quarteto de cordas da sua adorável família.

Por detrás das cortinas Daniel observava suas primas tocarem pessimamente, até que percebeu que uma das jovens não era sua prima. Ela tinha a pele alva, cabelos negros e olhos brilhantes, e ele não conseguia parar de encará-la. A jovem era Anne Wynter, que se viu desesperada por não sair da mira do desconhecido atrás das cortinas e acreditou que ali seria o seu fim.



Pouco tempo depois a jovem governanta descobriu que não estava perdida, mas que na verdade poderia estar salva. O jovem que a espionava era um Conde, Daniel, e desde o primeiro momento mostrou-se completamente encantado por Anne, elevando esse sentimento a cada dia que passava. Todavia, engatar um relacionamento com ele seria demais para ela, que vivia fugindo de algo, ou alguém.

Agora Anne pode lutar sozinha ou render-se aos encantos de Daniel que está pronto para lutar, seja contra o que for, em nome da jovem, mas antes precisará que ela confie nele e conte o seu segredo. Será que ela o fará?

***

Julia Quinn não me prendeu de primeira. Uma Noite como Esta me causou uma tremenda ressaca literária e eu precise de cerca de dois meses para concluir a leitura. No entanto, confesso que quando engatei, não consegui mais parar e fechei a última página desejando voltar ao começo e ler tudo de uma tacada só. Como pode?

Daniel e Anne são personagens completamente diferentes do que costumo encontra nos romances de épocas. Seus sonhos e ambições são diferentes e a forma como encontram o amor faz tudo valer a pena. Além disso, os mistérios acerca dos segredos de Anne e a constante dúvida sobre o quão envolvido Daniel está, tornam a leitura eletrizante e envolvente, principalmente após a metade do livro.



Partindo exatamente do ponto onde o primeiro volume parou, é incrível observar como a Julia complementou os dois livros, mesmo abordando casais diferentes. A presença dos mesmos personagens secundários em ambas as tramas fez essa transição de uma forma muito boa, e é maravilhoso saber que estaremos sempre em contato com os protagonistas que já passaram pelas nossas mãos.

As crianças deram um toque charmoso e divertido para o livro, tirou todo o peso dos mistérios que enredavam os protagonistas e deixou a leitura ainda mais leve e divertida. Foi incrível a forma como a Julia conseguiu mesclar esse tanto de sentimentos em um livro relativamente curto.



Uma Noite Como Esta me seduziu completamente e eu fiquei a mercê dos personagens durante toda a trama. Um romance de época para causar suspiros de amor, choros de riso e muita tensão. Eletrizante e envolvente, definitivamente uma pedida perfeita. Super indico esta leitura ♥

Confiram o vídeo falando sobre os dois primeiros volumes da série:


♥♥♥
Beijocas e até a próxima!!!

6 comentários:

  1. Bárbara!
    Triste quando vem a ressaca literária, né?
    Não li ainda nenhum dos livros da série, mas acho todos muito bons.
    Que alegria ver que Daniel não teve preconceito com Anne e fiquei curiosa por saber os segredos do passado dela.
    Crianças dão outra vida aos livros, né?
    Desejo um mês cheio de prosperidade e um final de semana abençoado!
    “A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido.” (Ralph Waldo Emerson)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Barbara,
    Primeiramente tenho que dizer que as capas desses livros são lindas e, segundo,mais uma vez Julia Quinn me conquistou com essa premissa. O que mais chama atenção para este romance é o envolvimento de um Conde com uma governanta, considerando a época e como a sociedade era crítica em relação as classes sociais, já imagino alguns empecilhos que o casal poderá passar. Fiquei curiosa com os segredos de Anne e para ver como Daniel irá lidar com eles. Pelas diferenças entre os dois não será fácil iniciar esta relação, pois a confiança será testada a todo o momento.

    ResponderExcluir
  3. Mana, eu acho que esse livro foi também o que mais demorei pra ler, o primeiro foi um tapa pra mim que li em dois dias, em relação a esse livro eu devo ter demorado uns 3 dias. Na minha opinião foi um livro de personagens medianos, não gostei muito e também não deixei de gostar. O próximo livro eu devo dizer que é melhor, mas pelo menos é um livro de capa bonita pra estante kkk

    ResponderExcluir
  4. Gente do céu! Tô louca pra ler essa série, ainda não tive tempo, mas já está na minha lista de esspera em primeiríssimo lugar. <3

    ResponderExcluir
  5. Oi Bárbara ;)
    Estou lendo o último livro da série agora, da Iris!
    Gostei muito do 1 livro, achei o casal muito fofo. O 2 achei mais ou menos, realmente até o meio é meio parado! O 3 favoritei! AMEI o Hugh *-*
    Até agora estou gostando do volume 4, a Iris é muito engraçada.
    Amo os Bridgertons e estou amando os Smythe-Smiths S2
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Barbara!!
    Adoro livros de época e sou muito fã desses gênero, e simplesmente amo os livros da Julia Quinn!! Mas infelizmente ainda não consegui ler esse livro dela !! Mas desse ano não passa!!
    Beijoss

    ResponderExcluir