7 de julho de 2017

Tá Na Estante :: 'O Mais Desejado dos Highlanders' #675

POSTADO POR EM 7 de julho de 2017

Heeeey, gente. Tudo bem??

Como vocês estão nesse friozinho? Estou só curtindo algumas leiturinhas e escrevendo meu livrinho, em breve trago novidades para vocês. Mas hoje eu vim aquecer corações com a resenha de um livro muito amor. Bora lá?

Livro: O mais desejado dos highlanders
Série: Montgomey e Armstrong #02
Autora:Maya Banks
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 400
Sinopse: Genevieve McInnis está presa no castelo McHugh, no cativeiro de um líder cruel que tem grande prazer em mantê-la distante de qualquer outro homem. Mas, quando Bowen Montgomery invade os portões em uma missão de guerra, Genevieve redescobre a vontade de viver. A sensualidade robusta de Bowen atiça nela uma sensação profunda que anseia por ser prolongada mediante carícias pacientes e gentis. Algo quente, louco e tentador. Bowen toma conta do castelo de seu inimigo, despreparado para a misteriosa e reclusa mulher que captura seu coração. Ele está encantado com sua determinação feroz, sua beleza incomum e sua força silenciosa e infalível. Contudo, para cortejá-la, será necessário mais do que a habilidade de um sedutor experiente. Ele descobre que amar Genevieve significa devolver a liberdade que lhe foi roubada, mesmo isso que signifique perdê-la para sempre.

Começando do ponto em que Seduzida Por Um Guerreiro Escocês terminou, neste volume vamos conhecer Genevieve McInns. Filha do laird das terras McInns, a jovem entra-se presa no castelos dos McHugh há cerca de um ano, depois de ter sua morte forjada enquanto viajava para encontrar com seu noivo.



Ian McHugh, filho do laird do clã, era o noivo prometido a Eveline, protagonista do primeiro volume, quando ela ainda não havia sofrido o acidente. Um homem sem escrúpulos e completamente machista, que se vê abandonado após o rompimento do compromisso com Eveline. Ele se encanta por Genevieve, mas quando percebe que a moça não tem o mesmo sentimento por ele, retém um sentimento de posse por ela. Ataca a comitiva que a levava para encontrar-se com o noivo e toma Genevieve para si, aprisionando-a no seu castelo e abusando dela regularmente.

Ambicioso, Ian não está satisfeito com Genevieve, por isso decide raptar Eveline e fazê-la sua prostituta, assim como a jovem McInns. Porém seu plano é falho e Graeme, laird dos Montgomery e marido de Eveline, irrompe pelo castelo McHugh a fim de salvar sua esposa e de quebra toma as terras para si.



Como não pode abandonar o próprio clã, Graeme deixa Bowen, seu irmão do meio, cuidando do clã McHugh até que eles tenham condições de se sustentar sozinho e eleger um novo laird, tendo em vista que Patrick, pai de Ian, fugiu após o ataque ao clã e a morte do sue filho. Bowen é um homem sensato e honrado, assim que bate os olhos em Genevieve percebe que a jovem precisa de ajuda e também se apaixona profundamente por ela.



O fato é que os Montgomery não podem confiar nos McHugh e Bowen não sabe até que ponto a história que Genevieve conta é verdade. No entanto, vendo a forma como as outras pessoas do clã tratam a moça, ele não consegue se manter apático  e toma Genevieve como sua protegida. A partir de então, o contato entre os dois torna-se cada vez mais próximo e a paixão inicial torna-se algo mais. Mas novidades podem acabar com esse romance, talvez eles não se conheçam como acham que se conhecem...

***

Maya Banks é maravilhosa na arte de criar personagens incríveis. Eu achei que já tinha conhecido a melhor das mulheres com Eveline, mas aí ela me apresentou Genevieve. A humildade e força dessa jovem é capaz de derreter o mais gelado dos corações e acompanhar a saga dela em busca de sua liberdade foi, no mínimo, encantador.



O romance não começa de uma forma muito intensa, até porque os protagonistas são pessoas completamente diferentes e que nunca experimentaram o amor da sua forma pura. Além disso, Genevieve precisa recuperar a si própria antes de pensar na possibilidade de se relacionar com alguém. Acompanhar a mudança de comportamento deles para entender e abrigar o sentimento que nasce é lindo.

Em tempos onde a discussão do lugar da mulher na sociedade e do machismo altamente incluído dentro da mesma, encontrar um livro que se passa séculos atrás, vislumbrando este mesmo tipo de problema entristece, pois a gente percebe que muitas vezes estamos retrocedendo. No entanto, não posso deixar de ficar em feliz em ver o avanço que já fizemos, principalmente na forma como as mulheres tratam umas as outras.



O mais desejado dos Highlanders é um livro forte. Ele aborda o abuso sexual e psicológico de forma extensa, sem inibições, e mostram como a vítima desses casos fica fragilidade e o sentimento de impotência perdura por muito tempo. Apesar de trabalhar um tema tão desafiador, Maya Banks o fez com maestria. Se este livro fosse uma peça, com certeza seria aplaudido de pé.

A presença dos personagens secundários, os quais já haviam sido abordados no primeiro volume, deu um charme a mais para a trama e envolveu a gente ainda mais na história desse clã. Tudo o que tenho a dizer é que estou completamente apaixonada pelos guerreiros escoceses, mas admiro milhões de vezes mais as suas mulheres. São exemplos a serem seguidos.



Indico essa série para quem curte um bom romance de época, com muita ação, aventura e amor, além daquele pitada mais hot. É um livro para quem gosta de personagens fortes. Uma história que merece ser lida.

***

Espero que tenham gostado da resenha! Não esqueçam de me contar se já leram ou se ficaram interessados pela história ♥

Beijocas e até a próxima!!!

1 comentários:

  1. Bárbara!
    Ai que vontade de ler mais esse livro da Maya.
    Adoro a forma como ela faz toda ambientação de seus livros, sem contar com os temas: recomeço, cura e perdão.
    Muito curiosa.
    Um maravilhoso final de semana!
    “Não saber é o que torna nossa vida possível.” (Lya Luft)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir