E aí, gente? Tudo bem com vocês?

Eu sou a Pam Gomide e vim aqui hoje a convite do Leo para falar sobre o primeiro volume da série Sea Breeze, que recebi em parceria com a Editora Arqueiro. Vamos conferir?!

Livro: Sem Fôlego
Série: Sea Breeze (#01)
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Sinopse: Sadie White acabou de se mudar com a mãe grávida para a cidade litorânea de Sea Breeze, mas seu emprego de verão não vai ser na praia. Como a mãe dela se recusa a trabalhar, Sadie vai substituí-la como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha. Quando os donos da casa chegam para as férias, Sadie se depara com ninguém menos que Jax Stone, um dos roqueiros mais desejados do mundo. Se Sadie fosse uma garota normal – se ela não tivesse passado a vida cuidando da mãe e dos afazeres domésticos –, talvez estivesse impressionada com a ideia de trabalhar para um astro do rock. Mas ela não está. Na verdade, é Jax quem fica atraído por ela. Tudo a respeito de Sadie o fascina, mas ele luta contra esse desejo: relacionamentos nunca funcionam em seu mundo e, por mais que ele queira Sadie, sabe que ela merece algo melhor. Conforme o verão passa, no entanto, essa paixão começa a deixá-lo sem fôlego – e é como se Sadie fosse a única pessoa capaz de lhe devolver o oxigênio. Será que o amor entre os dois pode superar as diferenças em seus estilos de vida? Jax e Sadie vão precisar respirar fundo e mergulhar nessa relação para descobrir.

Sadie é uma jovem de dezessete anos que aprende desde criança a ser responsável, tanto por si, quanto pela sua mãe Jéssica, uma mulher com pouco juízo e que se envolve com todos os tipos de caras errados, e na última vez acaba engravidando novamente. 
Elas se mudam para Sea Breeze e Jessica que não quer mais trabalhar, usa a gravidez para se afastar do trabalho de doméstica, mandando Sadie em seu lugar. A jovem, além de precisar cuidar de todos os assuntos de sua própria casa, já que sua mãe age como uma adolescente irresponsável, precisa também trabalhar para sustentar as duas e mais o bebê que está a caminho. 
Sadie descobre que agora trabalha na mansão do rockstar mais famoso do momento, Jax Stone, onde ele passa as férias. Mesmo não sendo afetada pela fama do rapaz, ela precisa se fazer de invisível para não ser acusada de uma fã psicopata e assim manter o emprego que precisa tanto.

O livro é um daqueles muito clichê. Uma mocinha pobre, trabalhadora, nada interesseira, que pensa em todos antes de si mesma, linda mas que não tem consciência disso e que se apaixona pelo cara gato, rico, charmoso, que canta maravilhosamente bem, que escreve músicas pra ela, que está sobrecarregado da fama, e lógico, ele também se apaixona por ela. Daquele tipo de história que nem precisamos ler para saber tudo que vai acontecer, né?
Abbi é uma autora que sabe escrever romances de verão. Por mais que o livro tenha esse toque clichê, ela sabe envolver o leitor com seus personagens. O livro é escrito em primeira pessoa pelo ponto de vista de Sadie, porém em vários capítulos aparecem partes narradas por Jax. Por se tratar de Abbi, achei que o livro teria muitas parte hots, mas nesse não tanto. Ela deixou os personagens um pouco mais contidos do que os que lemos na sua outra série, Rosemery Beach.
No romance acontece tudo muito rápido. Os protagonistas se apaixonam loucamente em poucos dias e é normal que jovens sintam tudo muito mais intenso, entretanto em vários momentos do livro todo esse amor ficou forçado e exagerado, não se sabe de onde tanto sentido surgiu, quase um clássico caso de “amor à primeira vista”.
Sadie não é uma personagem muito carismática. Ela passou por situações bem complicadas com sua mãe e com isso se tornou uma jovem madura demais, a distanciando de pessoas da mesma idade. A personagem também é introspectiva, ela é mais do tipo que observa. Jax é aquele cara que sabe que é O cara, mas ao mesmo tempo não do tipo de se gabar. Ele escreve música pra mulher que ama, quer coisa mais fofa???
Alguns personagens secundários, como Marcus, amigo de trabalho de Sadie, se destaca por ser um rapaz que a ajuda sempre que ela precisa, sem esperar nada, mesmo estando um pouquinho apaixonado por ela. A Amanda, irmã de Marcus também é uma personagem que aparece pouco mas que faz de tudo para Sadie se sentir acolhida, além da Sra. Mary, a empregada que a abraça fazendo papel de mãe que Sadie nunca teve.
A história em si não é daquelas que te deixa desesperado pra ler, um romance água com açúcar sem muitos acontecimentos. É um livro para se passar tempo sem pensar demais e talvez seja essa proposta da autora.

Beijinhos e até qualquer hora!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário