2 de março de 2018

Tá Na Estante :: 'Noites Sensuais' #768

POSTADO POR EM 2 de março de 2018

Olá!


Quantas possibilidades uma noite pode ofertar? Com toda a certeza, várias. Todas elas bem quentes...
Livro: Noites Sensuais
Autoras: Brooke J. Sullivan; Bya Campista; Josy Stoque; Julianna Costa e Míddian Meireles
Editora: Rico Editora
Páginas: 379
Sinopse: Quando a noite cai é hora de se libertar e se reinventar. Cinco histórias permeadas por muita sensualidade vão te proporcionar momentos de prazer e reflexão. Cinco autoras nacionais vão mexer com o seu imaginário e te levar a lugares desconhecidos. Bya Campista, Brooke J. Sullivan, Josy Stoque, Julianna Costa e Middian Meirelles mostram que quando a noite chega, tudo pode acontecer: um homem pode encontrar uma deusa, um pen drive pode ser o pontapé de uma grande aventura, um casamento pode te reservar muito mais que uma simples acompanhante, um delivery pode te trazer o amor e um elevador, ah esse pode te levar às alturas…
Em Noites Sensuais, o leitor é presenteado com cinco histórias totalmente diferentes, personagens marcantes e enredos repletos de significado. Esta obra, ao longo da leitura, garante a reflexão ao mostrar que, em alguns segundos, nossas noites e convicções podem mudar completamente. 

O livro é uma coletânea de cinco contos: Um lugar para dois, de Brooke J. Sullivan; Quando a noite chegar, de Bya Campista; O homem que toda a mulher queria ter, de Josy Stoque; Por engano, de Julianna Costa e Sem Reservas, de Míddian Meireles. As narrativas abordam temáticas diferentes, mas evidenciam recomeços.

É impossível ler o livro e não se emocionar, se encantar, ou rir com as histórias; torcer pelos personagens que buscam o autoconhecimento, a mudança e, sobretudo, a superação. Por mais que os enredos sejam distintos, de alguma maneira estes pontos fazem as histórias cruzarem, evidenciando ao leitor como estar aberto às novas possibilidades pode render momentos únicos, descobertas especiais, mas também a permissão para que os momentos de felicidade se tornem constantes. 

A primeira narrativa, Um lugar para dois, é carregada de amor. Os personagens principais se conhecem ao acaso embora Damien tenha, literalmente, sonhado com a mulher da sua vida. Luiza, mesmo em meio às dificuldades e desacreditada do amor, passa a buscar sua felicidade nas coisas simples. Contudo, o que ela não podia imaginar era que o capitão dos pescadores surgiria em sua vida para fazê-la reavaliar suas convicções e perceber que nem mesmo os vestígios de uma doença podem impedir a felicidade e um sentimento puro e verdadeiro. O conto é emocionante e nos faz pensar em como milhares de vezes concedemos valor a coisas sem importância, lutando por nossa dose diária de felicidade apenas quando percebemos que algumas situações se tornam insustentáveis.

No segundo conto, Quando a noite chegar, conhecemos uma artista doce, mas que teve muito da sua identidade subjugada em um casamento com um homem sem escrúpulos, que magoa com palavras torpes aqueles a quem deveria amar. Quando Helena, a personagem principal, começa a se permitir, conhece um homem com idade para ser seu filho, mas que a faz perceber o quanto nos impedimos de viver ou fazer aquilo que amamos devido à negatividade dos outros, às palavras duras que não simbolizam quem verdadeiramente somos. Ela descobre o amor à medida que aceita firmar sua identidade novamente, se amando também, sendo quem sempre quis. Em meio às suas descobertas pessoais, percebemos que o marido dela é muito mais canalha do que demonstrava e o final é daqueles que nos deixa indecisos, sem saber se amamos ou queremos brigar com a escritora. A Bya Campista precisa saber da necessidade de uma continuação.

No terceiro conto, O homem que toda a mulher queria ter, conhecemos o Roger, um homem que se sente um grande merda após ver sua esposa e filho saindo de casa enquanto se vê destroçado e sem rumo, perdido de si mesmo. Esta é uma história sobre como podemos e devemos nos reencontrar com o nosso “eu interior”, nos amar e nos permitir antes de proporcionar isto a alguém. Enquanto acredita estar destroçado, Roger encontra uma mulher que o faz reavaliar sua vida e as diversas formas de prazer, mas ela some sem lhe dar maiores explicações. Nessa busca por si mesmo, Roger tenta modificar seu passado, mas percebe que deve mudar a si mesmo não para consertar o que foi rompido, mas para se preparar para as novas chances, as novas possibilidades. A mulher misteriosa revela sua identidade tempos depois e Roger descobre que conseguira uma ajuda especial e que, na verdade, só cabe a ele mesmo decidir quais caminhos trilhar, colocando como etapa inicial a concretização de seus sonhos e vontades. Ele descobre o amor por si mesmo e esse é um dos pontos especiais nessa história, o que nos mostra que, para tudo na vida, devemos nos entregar com amor e por amor a nós mesmos.

O quarto conto, Por engano, tem altas doses de humor e de referências ao mundo geek. Os dois personagens principais se encontram através de um pacote bem malicioso e, a partir de então, o desejo domina cada instante de suas vidas. Larissa e Miguel são loucos e engraçados, o tipo de casal que nos faz gargalhar a cada mancada e mostra como um simples controle de videogame pode se tornar algo bem erótico. A relação deles expõe muito sobre a importância de aproveitar as chances e de assumir os nossos desejos. É claro que eles cometem diversas loucuras e negam o que sentem, mas pouco a pouco se deixam levar pelas descobertas e sentimentos.

O quinto e último conto, Sem Reservas, nos envolve na atmosfera casamenteira e seus paradoxos. Enquanto casa um amigo, Kaik vive os percalços de um divórcio e as marcas deixadas por este. Reaprendendo a trilhar sua vida, ele conhece Alinne, a madrinha do casamento, por quem se encanta de imediato. Ainda assim, com ambos em momentos inoportunos, a atração é esquecida até que, meses depois, eles se reencontram. Dessa vez, para alimentar o desejo de ambos, o casal é praticamente obrigado a dividir o mesmo teto por alguns dias. É claro que rola tensão sexual? Sim! E, mais do que isso, vemos duas pessoas querendo se encontrar, buscando alcançar o que acreditavam ter perdido após relacionamentos duradouros e fracassados. Conhecemos um pouco da história de ambos, especialmente a de Kaik, que mesmo sendo apaixonado e zeloso com a ex-mulher, não a impediu de traí-lo com alguém tão próximo. Nem mesmo a dedicação garante a felicidade conjugal, mas é com Alinne em seu apartamento que ele percebe que o amadurecimento é tão necessário quanto o amor em uma relação. Kaik se vê envolvido, novamente, nas descobertas da paixão, se permitindo viver cada etapa enquanto descobre mais sobre si mesmo. Esse é o tipo de história que nos mostra que o amor surge no momento certo, ainda que tenhamos que esperar um pouco para que ele se concretize. Não é uma tarefa fácil, mas muito menos impossível. 

É com estas histórias muito sensuais e com enredos riquíssimos que descobrimos que as noites sempre podem reservar grandes surpresas. Os contos exalam reflexões, momentos quentes entre os casais e tramas bem planejadas. Já conhecia o trabalho da maioria das autoras e ver mais uma das materializações disso é especial, principalmente porque é uma geração bem engajada com a escrita e que, nesta obra, mostrou muito sobre a libertação dos personagens em diversos aspectos.

Confesso que, quando me deparei com o livro, não imaginei que os personagens masculinos fossem bem humanos na essência tanto quanto as mulheres da história. Todos expõem qualidades e defeitos, força e vulnerabilidade. Vale ressaltar que há muitas cenas de sexo para todos os gostos, mas a história não mostra apenas isso. Acho que o ponto de destaque é a maneira como a libertação foi explorada, como cada narrativa nos induz a pensar sobre nossas próprias vidas porque vemos indivíduos que querem recomeçar, reencontrar o caminho em diferentes fases. 

*** 

Para quem quiser ler o livro e privilegiar as autoras, a editora e as produções nacionais, é só adquirir um exemplar físico através da lojinha do site Eu Leio Brasil ou pelo Kindle (está disponível para os assinantes do Unlimited).

Um grande beijo e até a próxima!

2 comentários:

  1. Dayana!
    Gosto de livros mais picantes e com trechos hots.
    Bom saber que as personagens masculinas também tem sua essência.
    Como amor livros de contos e aqui parecem bem romantizados, fiquei curiosa pela leitura.
    Parabéns pela análise.
    Desejo um mês mais que abençoado, carregadinho de luz e paz e um final de semana esplendoroso!
    “Acredite, existem pessoas que não procuram beleza, mas sim coração.” (Cazuza)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Eu me lembro da divulgação intensa da editora quando este livro estava em pré-venda mas não sou muito familiarizada com esse gênero. Mas pelo que você disse esse livro e bem romântico então vou tentar me arriscar nessa leitura

    ResponderExcluir