17 de maio de 2018

Na Telona :: 'Deadpool 2' #69

POSTADO POR EM 17 de maio de 2018

E aí, pessoal! Tudo bem?

No início dessa semana eu tive a oportunidade de participar de mais uma cabine de imprensa em parceria com a Espaço/Z aqui em Brasília. Vamos conferir o que eu achei?!
FILME: Deadpool 2
TÍTULO ORIGINAL: Deadpool 2
DIRETOR: David Leitch
DISTRIBUIDORA:   Fox Filmes
DURAÇÃO: 1h59min
LANÇAMENTO: 17 de maio de 2018
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos
GÊNERO: Comédia/Ação
SINOPSE: Quando o super soldado Cable (Josh Brolin) chega em uma missão para assassinar o jovem mutante Russel (Julian Dennison), o mercenário Deadpool (Ryan Reynolds) precisa aprender o que é ser herói de verdade para salvá-lo. Para isso, ele recruta seu velho amigo Colossus e forma o novo grupo X-Force, sempre com o apoio do fiél escudeiro Dopinder (Karan Soni).
Deadpool foi a grande surpresa da FOX em 2016. O blockbuster de baixo orçamento (US$ 58 milhões) que quase não chegou a ser realizado devido aos riscos que trazia à produtora chegou aos cinemas e arrecadou mais de US$ 700 milhões e se tornou o filme R-Rated mais rentável da história. Sem perder tempo, a produtora logo confirmou a continuação do longa e agora, dois anos depois, o filme chega às salas do mundo inteiro para tentar repetir o feito.

Deadpool 2 trás de volta às telonas o mercenário Wade Wilson, que após rodar o mundo lutando com os maiores criminosos é obrigado a passar por uma das situações mais trágicas e sombrias da sua vida. Se sentindo culpado e procurando uma maneira de se livrar desse sofrimento, o Mercenário Tagarela precisará defender um mutante adolescente que está sendo perseguido pelo super soldado Cable. Para fazer isso, Deadpool precisará reunir um time de super-heróis peculiares para ajudá-lo nessa missão.



O primeiro filme não foi uma surpresa somente para a produtora como também para os fãs de quadrinhos que foram assistir ao filme nos cinemas. Porém durante esses dois anos entre um filme e outro eu comecei a me preocupar com a sequência pois talvez o fator surpresa do primeiro tivesse sido o segredo para uma experiência cinematográfica tão boa. E eu estava certo, até certo ponto.

Assim como toda continuação de blockbusters já produzada em Hollywood, Deadpool 2 pega tudo aquilo que deu certo no primeiro, aumenta a intensidade, joga no roteiro e cruza os dedos para que dê certo. E nesse caso funcionou. O filme, como já era de se esperar, não é um exemplo de roteiro extremamente bem trabalhado e os próprios roteiristas sabem muito bem disso.

A direção do longa foi passada de Tim Miller para David Leitch e isso fica muito claro durante o filme. O novo diretor, mais conhecido por John Wick e Atômica, deixa sua presença clara em todas as cenas de ação que estão simplesmente espetaculares. Porém nas cenas carregadas com CGI podemos sentir a falta da direção de Tim Miller, que era especialista em imagens criadas em computador.


O ar cômico do primeiro filme está mais do que presente na sequência. As piadas e constantes referências à cultura pop que arrancaram gargalhadas em 2016 estão de volta e funcionam muito bem na maioria das vezes.

As atuações nesse filme também continuam muito boas. Ryan Reynolds consegue provar mais uma vez que, embora tenha algumas bombas no seu currículo, não existe outro ator melhor para dar vida ao personagem. T. J. Miller e Karan Soni usam muito bem cada segundo de suas poucas falas e deixam claro que o timing cômico deles é impecável. Josh Brolin, que acabou com nosso corações em Guerra Infinita, está impecável no papel do vilão Cable.


Deadpool 2, que chega oficialmente hoje aos cinemas brasileiros, é uma sequência quase tão boa quanto o longa de 2016 e não irá decepcionar os fãs do "herói".

Beijos e até a próxima!

2 comentários:

  1. Oii!
    Ainda não assisti o primeiro filme. Apesar da euforia que foi quando a divulgação do filme começou, não tive ânimo para assistir. Mas é um filme que está na minha lista. Quem sabe agora que saiu o segundo não aproveite para conhecer a história?!

    Beijos
    www.ventodoleste.com.br

    ResponderExcluir
  2. Apesar de se levar um pouco mais a sério, o filme não perde seu característico humor irreverente e usa seu orçamento maior para adicionar mais ação, efeitos especiais, explosões e participações de outros X-Men – afinal. Amei ver o ator Bill Skarsgård no filme, é de admirar o profissionalismo deste ator, trabalha muito para se entregar em cada atuação o melhor, sempre supera seus papeis anteriores, o demonstrou em IT a Coisa filme, que se converteu em um dos meus preferidos. Desfrutei muito sua atuação neste filme, acho que cuida todos os detalhes e como resultado é uma grande produção e muito bom elenco.

    ResponderExcluir