• Livro: O Clube dos Oito
  • Autor: Daniel Handler
  • Editora: Seguinte
  • Páginas: 400
Sinopse: Como um grupo de jovens estudantes bem-educados acabou se envolvendo num escândalo que chocou um país? Por que tantos especialistas em comportamento juvenil têm algo a dizer quando o assunto é o Clube dos Oito? Até quando inúmeras manchetes de jornal e programas de TV sensacionalistas vão explorar o caso nos mínimos detalhes? Para fazer com que a verdade venha à tona, Flannery Culp, a dita líder do Clube, decide tornar público o diário que manteve ao longo do seu desastroso último ano de ensino médio. Agora que está presa por cometer um assassinato, a garota tem tempo de editar o que escreveu e revisitar a rotina que levava ao lado de seus sete melhores amigos. A narrativa de Flan, permeada de professores da pior índole, um amor não correspondido, aulas complicadas e jantares pomposos, comprova que ela pode até ser uma adolescente criminosa ― mas, pelo menos, é uma adolescente criminosa muito inteligente.

O Clube dos Oito é o primeiro romance publicado por Daniel Handler (autor de Desventuras em Série sob o pseudônimo de Lemony Snicket). Foi escrito originalmente em 1998.

O livro é baseado no diário original de Flannery Culp e nas edições que são realizadas enquanto está presa. A história conta sobre o seu grupo de amigos, paixões, inseguranças, paranoias e como cometeu o crime de homicídio durante a fase do ensino médio.

Por ser um livro cujo final já fora revelado, o interessante da história é seu desenvolvimento e o que levou Flannery a cometer tal ato. É um livro inteligente, que não subestima o seu leitor uma vez que não apela para esclarecimentos detalhados e traz algumas informações entrelinhas, característica clássica do autor. Outro traço de Daniel Handler que podemos observar é o humor negro com o qual descreve as situações.

Os personagens são estereotipados e não demonstram muita evolução ao longo da história, o que é totalmente compreensível pelo estilo de vida que levam e refletem a maneira de agir de cada personagem em particular. Vemos a decadência de jovens da alta sociedade, a falta de futuro e a desesperança de Flannery desde o início de sua história.

O livro é cheio de referências históricas e literárias, que harmonizam a baixa evolução dos personagens. Podemos ver alguns elementos de histórias semelhantes como O Clube da Luta (1996) e Bling Ring (2013) devido ao atraso de publicação do livro no Brasil, o que torna a premissa do livro batida atualmente.

O plot twist pode acabar não sendo surpresa para quem está familiarizado com este tipo de leitura, mas ainda acaba sendo um livro bom.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário