• Livro: Um acordo Pecaminoso
  • Autor: Lisa Kleypas
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 304
Sinopse: Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.

Para Lady Pandora Ravenel a sua primeira temporada em Londres está sendo um martírio. Ela não sabe dançar, mal consegue manter uma conversa sobre frivolidades e definitivamente não quer um marido. Seu sonho é comercializar com sucesso os jogos de tabuleiro que planeja, e ela não vai abrir mão de você em troca de um casamento. Por isso encontra-se amuada em uma cadeira do salão de baile de mais um evento noturno na capital britânica, enquanto todas as outras debutantes enchem seus cartões de dança.

É nessas condições que Dolly, filha caçula de Lady Berwick – o pesadelo de Pandora! – a encontra, em busca de socorro. Dolly pede que Pandora encontre um brinco que ela perdeu no  carramachão enquanto “conversava” com um certo cavalheiro. Mesmo com medo do ar noturno, a jovem Pandora decide ajudar sua amiga e vai em busca desse brinco, mal sabendo que sua liberdade irá custar esse encontro. De forma inusitada, Pandora fica presa no banco do carramachão e é salva por Gabriel, o lorde St. Vincent. Todavia, a posição de salvamento não é das mais comuns e ambos são flagrados no ato. Agora, para salvar a reputação de Lady Pandora eles serão obrigados a se casar.

Para qualquer outra jovem debutante aquele seria um sonho, ser obrigada a se casar com o herdeiro de um ducado é mais do que todas esperam de sua primeira temporada, mas para Pandora essa é a representação de um pesadelo. Se casar significa nunca ser dona de sua própria empresa, já que a partir do momento que ela assinar o papel, estará abrindo mão de todas as decisões que poderá tomar para o seu marido, já que tudo será dele. Além disso, a perspectiva de se casar por obrigação lhe assusta mais do quê o desejo que ela sente por conhecer mais de Gabriel.

O xis da questão é que Gabriel também quer conhecer mais de Pandora e mesmo visualizando que ela, muito provavelmente, não será uma duquesa perfeita, ele não está disposto a abrir mão dela. É aí que propõe, com um empurrãozinho de seu pai, uma visita de Pandora e toda a sua família às terras dos St. Vincent. Ele terá uma semana para conhecer melhor a garota e convencê-la a se casar com ele. Essa semana provará que conquistar Pandora não será difícil, mas convencê-la a se casar, abrindo mão de tudo o que sonhou, será um grande problema.

***

Pandora era uma das protagonistas que eu mais ansiava em conhecer a história. O modo aventureiro e destemido como a jovem levava a vida me deixou intrigada para saber como seria o possível relacionamento dela. Devo começar dizendo, então, que Lisa Kleypas não deixou nada de fora. Pandora tem uma vivacidade rara, ao mesmo tempo em que é autoritária em alguns pontos, guarda dentro de si a timidez que é retrato da criação, já que seus pais nunca estiveram muito próximos das filhas, por isso ela nunca sentiu a presença familiar.

Descobrir que está amando causa um mistos de sensações na jovem. Ela tem planos de vida, metas estruturadas e desejos a serem realizados. Ao mesmo tempo que não acha justo abdicar seus sonhos pelo amor, já que gostaria de ter ambos, também não quer deixar Gabriel para realizar seus desejos, e se ela se arrependesse disso para sempre? As barreiras e certezas de Pandora vão caindo conforme ela vai conhecendo o lorde que lhe tira do sério enquanto rouba seu sono. Gabriel desperta desejos ocultos e inimagináveis em Pandora, também se apresenta à ela como pouquíssimos homens daquela época. Ele realmente coloca os sonhos de Pandora a frente em seu relacionamento.

Quanto mais tempo passa com Pandora, mais Gabriel percebe que precisa fazer dessa mulher sua esposa, Ele sabe, também, que um casamento forçado seria inadmissível, por isso usa todas as suas artimanhas para conquistar a jovem. A família de Gabriel é um ponto interessante nesse meio de conquista, unidos e amigáveis, acolhem os Ravenels como se eles já fossem realmente família e isso faz com que Pandora se derreta ainda mais por Gabriel.

Lisa Kleypas nos inclui em seu mundo fictício de forma maestral. Já estava curiosa e ansiosa para este volume, especialmente por conhecer a Pandora nos livros anteriores e perceber o quanto ela era diferente das demais garotas. Preciso dizer que a autora não deixou a desejar e ambientou a história de forma ímpar. Além disso, algumas informações de contexto histórico foram adicionadas na trama, o que deixou o livro ainda mais real e informativo, especialmente com relação ao papel da mulher na sociedade, naquela época.

Concluí a leitura já morrendo de ansiedade e curiosidade para o próxima. Esta é uma série que está tomando mais do meu coração a cada novo livro. Indico muito a leitura para quem curte um bom romance de época e também para quem quer começar o gênero. A mistura de sensações que o enredo traz faz com que se torne impossível largar a leitura, e é exatamente isso que a gente procura nos livros, não é?

Beijocas da Barb 🖤

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

3 Comentários

  • Joyce
    26 fevereiro, 2019

    O que dizer dessas fotos lindas? Adorei!
    Não conheço Lisa, mas acho que é porque não sou muito fã de romance de época.

  • Jessica Souza
    18 fevereiro, 2019

    Que resenha mais linda
    Eu AMO a escrita da Lisa ela é a minha de romance de época favorita da vida..!!
    Essa serie é muito boa acho que o que eu mais amei nesse livro além do falo de que a Pandora é a melhor pessoa ri horrores com ela , é o fato da gente poder ter mais um pouquinho da Evie e Sebastian que é o meu casal favorito da série as quatro estações do amor (Que por sinal conheci através do seu canal)❤

    • Barbara
      Barbara
      28 fevereiro, 2019

      Siim, foi muito bom estar perto dos outros personagens também. Amo essa série da Lisa e já estou ansiosa para o próximo.