• Livro: Um marido de faz de conta
  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 304
Sinopse: Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha, Cecilia Harcourt tem duas opções: se mudar para a casa de uma tia ou se casar com um vigarista. Para fugir desses destinos, ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar do irmão. Após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela encontra o melhor amigo dele, Edward Rokesby, inconsciente e precisando desesperadamente de cuidados. Mas, para permanecer a seu lado, Cecilia precisa contar uma pequena mentira...
Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade.
Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar ao homem que ama. Mas, quando a verdade vem à tona, Edward também pode ter algumas surpresas guardadas para a nova Sra. Rokesby.

Cecilia Harcourt não tinha mais ninguém no mundo, exceto seu irmão Thomas Harcourt, mas ele estava à um continente de distância da jovem e não poderia auxiliar-lhe contra as investidas de um primo que visava apenas tomar toda a sua herança, não que essa herança fosse de fato sua. O desespero de estar nesta situação fez com que Cecília tomasse a imprudente atitude de, sozinha, entrar em um navio que partia da costa da Inglaterra até Nova Iorque.

Sem saber exatamente onde seu irmão se encontrava e portando apenas uma carta que informa que ele estava ferido, Cecília não reteve a atenção do exército britânico que por lá fazia guarda. Quase sem dinheiro e à beira de ter que voltar para a Inglaterra, vê uma luz no fim do túnel quando descobre que Edward Rokesby está hospitalizado, e ela conhece Edward. Com um impulso inacreditável e vendo nisso a única oportunidade de permanecer nos EUA, Cecília mente ser esposa de Edward e a partir de então muda todo o seu futuro.

Edward Rokesby é o segundo filho de um duque inglês muito conhecido. Seguiu carreira no exército, como era de se esperar, e mantinha patrulha com Thomas Harcourt, seu melhor amigo. Através de Thomas conheceu Cecília, por quem criou um imenso apreço, mas não sabe se ao ponto de casar-se por procuração, como a jovem afirma veementemente quando ele acorda em um alojamento hospitalar e sem lembranças dos últimos três meses.

O fato é que estar casado com Cecília, apesar das circunstâncias, é muito bom. Aproveitam o tempo juntos para se conhecerem ainda mais e ambos acabam descobrindo que o apreço que sentiam um pelo outro desde as cartas pode crescer ainda mais. Todavia, Cecília guarda o constante medo de que Edward descubra a verdade ao mesmo tempo em que deseja contar-lhe tudo, mas teme sua reação. Edward, por sua vez, amarga não descobrir o que aconteceu nos últimos meses enquanto sente que algo de não muito positivo ocorreu.

Enquanto buscam pelo irmão de Cecília e por descobrir o que levou Edward até sua situação atual, o casal protagonista vai fortalecendo os laços do matrimônio. No entanto, Cecília sabe que a farsa do casamento não pode durar para sempre e esse medo lhe tira o sono. Quando a verdade vem a tona e os sentimentos são colocados à prova, Edward e Cecília descobrem que um casamento não pode ser baseado em mentiras, mas que talvez o amor possa ser um boníssimo recomeço.

***

Este é o primeiro romance de Julia Quinn ambientado nos Estados Unidos, e essa não foi a mudança principal nesta trama. Também é a primeira vez que um livro da autora quase não envolve familiares e conta com pouquíssimos personagens secundários. Dados esses fatos, o que temos é uma trama muito focada no casal protagonista e no amadurecimento de uma relação que começou por cartas, anos atrás.

Além disso, o mistério envolto na busca por Thomas, irmão de Cecília, e o mistério que surge sobre onde Edward estava e por qual motivo foi parar no hospital faz com que o leitor fique preso na trama do começo ao final. A forma como o casal protagonista vai amadurecendo em seu relacionamento também é um ponto incrível da trama. Eles vão se descobrindo e nós, como leitores, vamos acompanhando isso de forma íntima.

A parte histórica da ocupação britânica nos Estados Unidos foi outro ponto interessante no livro, era uma parte da história do mundo que eu não tinha muito conhecimento, então foi prazeroso conhecer mais dentro desse romance. Julia Quinn narra toda a história de forma bem fluída, como é comum da autora. Os personagens são cativantes e a ideia do casamento também. A cada nova página desejamos que o relacionamento dê certo, ao mesmo tempo em que sabemos que a situação é errada em diversos aspectos.

O segundo volume da série dos Rokesby me encantou, viciou e deixou aquela vontadinha de mais. Amei os protagonistas e  a forma como sua história foi contada. Complementou bem o primeiro volume, mesmo indo para uma temática bem diferente. Estou ansiosa para o que Julia irá aprontar nos próximos livros e indico muito a leitura da série.

Beijocas da Barb 🖤

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Joyce
    26 fevereiro, 2019

    Li uma dama fora dos padrões, que por sinal, foi meu primeiro livro da Julia 😉
    Confesso que comprei na Bienal só pela capa hahaha mas no final eu gostei da história.
    Não li ainda a continuação dele, mas quem sabe.