• Livro: A Duquesa Feia (Contos de Fadas #03)
  • Autor: Eloisa James
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 272
Sinopse: Como ela ousa achar que ele a ama, quando Londres inteira a chama de Duquesa Feia? Theodora Saxby é a última mulher com quem se poderia esperar que o lindo James Ryburn, herdeiro do ducado de Ashbrook, se casasse. Mas depois de um pedido romântico feito na frente do próprio príncipe, até a realista Theo se convence de que o futuro duque está apaixonado. Ainda assim, os tablóides dizem que a união não durará mais do que seis meses. Em seu íntimo, Theo acredita que os dois ficarão juntos para sempre… até que ela descobre que o que James desejava não era seu amor, mas seu dote. E a sociedade, que primeiro se chocou com seu casamento, se escandaliza com sua separação. Agora James precisará enfrentar a batalha de sua vida para convencer Theo que ele amava a patinha feia antes que ela se transformasse em cisne. E Theo logo descobrirá que, para um homem com alma de pirata, vale tudo no amor – e na guerra.

Theodora Saxby e James Rybun são amigos desde a infância, mas possuem personalidades – e aparências – bem opostas. Enquanto ele é um homem lindo e um futuro duque, ela não segue os padrões de beleza, mas já está conformada com isso. Theo sabe que não é bonita e não arrumará um pretendente, mas o destino tem planos para ela.

O pai de James, o Duque de Ashbrook, adquiriu uma divida imensa e usou parte do dinheiro da herança de Theodora também. Este é um crime gravíssimo, levando por conta de que o nobre é tutor da moça e não há forma de ele escapar impune dessa, a não ser que James despose Theodora e pegue seu dote.

Contudo, James conhece Theodora e sua personalidade e tem certeza de que a amiga nunca se casaria com ele se soubesse o real motivo, ainda mais por ser dinheiro. Por conta disso, o futuro duque decide esconder a verdade de Theo e a pede em casamento para salvar o pai, alegando estar apaixonado por ela. Mentir para a pessoa que mais o entende acaba com James, mas ele sente que não tem outra escolha.

É claro que este noivado deixa a sociedade em polvorosa. Ninguém esperava que um dia Theodora fosse se casar, por conta de sua aparência, e não demora muito para que a jovem receba o apelido de duquesa feia. Porém, ninguém desconfia de que este casamento é uma farsa e acreditam que realmente existe amor nesta relação.

Só que não demora muito para James perceber seus reais sentimentos por Theodora. O casamento de fachada facilitou para que o rapaz aflorasse seus sentimentos e finalmente admitisse que ama sua melhor amiga desde a infância. Mas como as coisas nunca podem ser fáceis, Theodora logo descobre que foi enganada pelo homem em que mais confiava e a decepção é enorme. Como James poderá reconquistar a confiança da mulher que ama?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

A Duquesa Feia é o terceiro volume da série Contos de Fadas, da autora Eloisa James, e publicada pela Editora Arqueiro. Enquanto os primeiros volumes trouxeram inspirações em A Bela e a Fera e Cinderela, este novo livro aborda uma fábula diferente, pouco tocada na literatura, que é O Patinho Feio. Esse foi um dos motivos que mais me deixou curiosa por essa leitura e acho que o que me fez gostar tanto do livro.

A escrita de Eloisa James segue fluida e envolvente. A Duquesa Feia se passa num período de oito anos, tendo a narrativa em terceira pessoa. Não demorei a me inserir na trama e só consegui parar de ler quando terminei. Confesso que o início me empolgou mais, tendo em vista que a trama deu uma leve decaída na parte final, mas isso não prejudica nem um pouco o contexto da obra, que me agradou muito.

Acho que o que mais me cativou neste livro foi a protagonista, Theodora. Eu amei a forma com que ela encara a vida de frente, mantendo a pose diante de uma sociedade tão preconceituosa. É claro que os burburinhos e comentários maldosos a afetam, afinal, ninguém é de ferro. Porém, ao invés de se deixar derrubar, ela buscou ser uma mulher melhor. Que falem de sua aparência, mas ninguém poderá julgar sua inteligência, sua reputação ou seu caráter.

Além disso, a mente brilhante de Theodora a ajudou a refazer sua fortuna, mesmo após o desfalque em suas economias causado pelo Duque de Ashbrook, seu sogro. Minha única ressalva quanto a isso se deu por ela fechar mais seu coração, tornando-se às vezes um tanto dura e fria, mesmo que ajudasse muitas pessoas ao seu redor.

Já James é realmente o oposto. Para um futuro duque, o rapaz mostrou-se ser um tanto covarde e manipulável. Seu pai o fez trair a melhor amiga para não gerar um escândalo e ele concordou. Ok, ele ficou muito mal com toda essa situação, mas poderia ter se recusado. E depois, quando Theo descobre o golpe, ele não pestanejou em fugir ao invés de encarar a amada de frente, respondendo por seus atos… Sinceramente, acho que Theodora merecia alguém muito melhor.

Em suma, A Duquesa Feia é um romance de época muito bom, que aborda a valorização da mulher como pessoa, não apenas como submissa ao homem. Gostei muito deste terceiro volume e já quero dar continuidade à série. Deixo aqui minha recomendação a todos vocês. Para os fãs de Eloisa, tenho certeza que vão se apaixonar. Para quem ainda não acompanha a autora, aqui está um bom início para vocês.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário