• Livro: O Livro do Cemitério HQ - Vol. 02
  • Autor: Neil Gaiman
  • Editora: Rocco Jovens Leitores
  • Páginas: 176
Sinopse: Na adaptação em quadrinhos deste premiado bestseller, feita pelo parceiro de longa data de Gaiman, P. Graig Russel, a fantástica e comovente história do jovem Nin consegue atingir novos patamares. No segundo volume, é pelas mãos dos talentosos artistas David Lafuente, Scott Hampton, Kevin Nowlan, Galen Showman e o próprio P. Craig Russel, que a saga do herói de carne e ossos e seus amigos espectrais chega a seu agridoce, mas esperançoso, fim.

Em O livro do cemitério – volume 2, continuamos a acompanhar o crescimento do menino Ninguém Owens. Ele agora tem 11 anos, compreende mais o ambiente ao seu redor e desenvolveu gosto por novos hábitos, sendo o primeiro o amor pela leitura.

Sua sede por conhecimento e pelo novo não deixará saída para seu guardião Silas, que sabe que é chegada a hora de revelar a Nin detalhes da morte de sua família e dos perigos existentes fora dos muros do cemitério.

A verdade é que o misterioso assassino chamado Jack ainda está à procura do garoto para concluir sua missão a muito fracassada. E Nin precisa aprender mais sobre as ameaças que o cercam no mundo dos mortos e no mundo dos vivos.

Por esse motivo, Silas aceita quando Nin manifesta insistentemente seu desejo de frequentar a escola e interagir com os humanos, mas não sem antes garantir que qualquer informação sobre o garoto seja uma pista para o assassino à espreita.

O problema é que nem mesmo todos os cuidados de seu guardião e do povo do cemitério serão suficientes para garantir proteção eterna ao garoto vivo. Seu destino é estar cara a cara com o homem chamado Jack, e, é nesse encontro de tirar o fôlego que Nin e o leitor terão as respostas sobre o fatídico dia em que a vida de um bebê e toda a sua família foi brutalmente alterada.

***

Após ler O livro do cemitério – volume 1 e me encantar pela história do garoto que cresceu dentro de um cemitério aos cuidados de almas que ali jaziam enterradas, minha ansiedade por uma continuação foi quase que insuportável. Então, quando a Editora Rocco anunciou esse novo lançamento, imediatamente garanti meu exemplar para leitura. E não poderia estar mais satisfeito com o desfecho dessa história.

Embora criado em meio aos mortos, é evidente que Nin, como qualquer jovem de sua idade possui muitos conflitos interiores. Seus interesses mudaram, as crianças que antes lhe faziam companhia nas brincadeiras já não o satisfazem mais, afinal elas permanecem congelas no tempo, enquanto Nin continua a crescer e enxergar o mundo com outros olhos. Seu desejo por explorar o novo, por se sentir incluído e por fazer parte de algo maior são completamente justificáveis e pertinentes.

Nesse segundo volume, temos mais cenas recheadas de tensão e ação. E questões relacionadas ao desenvolvimento do personagem, seus anseios e inseguranças ganham maior foco na trama, mostrando que mesmo criado em um ambiente tão distinto, as necessidades humanas de Nin se fizeram presentes.

Em relação à arte gráfica, a obra é visualmente linda e rica de detalhes e cores que nos permitem transitar entre o mundo dos mortos e dos vivos através de suas páginas. Me vi imerso a cada momento da narrativa   fluída e envolvente de Neil Gaiman e me apaixonei pela ilustrações e traços únicos de cada artista que deu vida a essa graphic novel.

Em suma, O livro do cemitério – volume 2 me emocionou e superou minhas expectativas. O final, embora coerente com toda a jornada de Nin, foi de partir o coração, mas também deixou aquela sensação de orgulhoso. Deixo aqui novamente a minha recomendação para os amantes de GN e para os fãs de Neil Gaiman.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário