• Livro: Mundo em Caos
  • Autor: Patrick Ness
  • Editora: Intrínseca
  • Páginas: 480
Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, uma infecção rara e perigosa causou o inimaginável: a morte de todas as mulheres. O mesmo germe fez com que os pensamentos dos homens se tornassem audíveis, e agora o caótico Ruído está por toda parte. É impossível guardar segredos no Novo Mundo. Todd Hewitt é o único garoto entre os homens da cidade de Prentisstown, e mal pode esperar para se tornar um deles. No entanto, o lugar esconde algo grave, capaz de mudar o futuro de Todd e do Novo Mundo para sempre. A apenas um mês de se tornar homem, um segredo impensável é revelado, e ele se vê forçado a fugir antes que seja tarde demais. Acompanhado por seu fiel escudeiro, o cachorro Manchee, ele empreende uma jornada repleta de perigos e se depara com uma criatura estranha e silenciosa: uma garota. Mas quem é ela? E por que não foi morta pelo germe como todas as mulheres? Publicado em mais de trinta países, Mundo em caos é o primeiro volume de uma distopia perturbadora sobre os laços que forjamos em situações extremas e traz à tona a infinita insensatez humana diante das diferenças. A adaptação cinematográfica da obra está prevista para o início do segundo semestre e terá Tom Holland e Daisy Ridley como protagonistas. A Intrínseca relança em uma edição especial, com tradução inédita e um conto extra, a série que consagrou Patrick Ness como um dos maiores nomes da literatura jovem.

Falta um mês para que Todd Hewitt complete 13 anos e deixe de ser um garoto. O último da sua cidade e, até onde ele sabe, o último garoto do Novo Mundo. Esse mundo é cheio de barulho, mesmo quando ninguém está falando, tudo por causa do Ruído. Os colonizadores descobriram o ruído logo que chegaram, quando os pensamentos dos homens (e dos animais) ficaram expostos a quem estava ao redor.

O Ruído não reflete com exatidão todos os pensamentos, a maior parte do que se escuta são de fato ruídos. Pensamentos soltos, orações, uma canção… Alguns tentam esconder seus pensamentos se mantendo em lugares com música alta e bêbados, que costumam ter um Ruído pouco coerente e bem barulhento. Ainda assim muitos homens enlouqueceram com o passar dos anos. E claro, esse não foi o único problema que os colonizadores enfrentaram.

As histórias que Todd ouviu dizem que uma grande guerra aconteceu contra os nativos. Muitos homens morreram, mas os Sparkles foram totalmente eliminados. Depois disso, o germe do ruído adoeceu e levou a morte todas as mulheres colonas. Ele era ainda um bebe quando isso aconteceu. E como todo o Novo mundo se resume em menos de 200 pessoas, deve ser tudo verdade.

Todd não gosta de andar para tudo quanto é lado a pé. É tudo muito longe! Mas quando pediu uma motocicleta, ganhou um cachorro. E é Manchee que o está acompanhando em sua ia ao pântano para colher maças. Desfrutando da paz parcial que encontra tão longe da cidade, ele acaba se perdendo em seus pensamentos e não percebe que, do nada, tudo fica realmente silencioso. O vácuo que faz parecer que o Ruído não existe é, na realidade, uma garota. Todd não tem tempo para assimilar o que está acontecendo, mas em poucas horas está com uma mochila nas costas e corre pelo pântano seguido por seu cachorro e a tal garota.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixe de ler!

***

Primeiro livro de uma trilogia, Mundo em Caos introduz o leitor nesse mundo que é, ao mesmo tempo, tão diferente e tão igual ao nosso. O início é um pouco confuso, pois precisamos nos adaptar a linguagem e a estrutura da narrativa. Os animais falam! Também é necessário tempo para imaginar esses diálogos sem causar estranheza. E o principal, é que o leitor está tão sem informações quanto o personagem. As explicações vão surgindo ao longo da história, sendo necessário prestar bastante atenção ao que é falado.

Foi uma leitura lenta, mas repleta de emoções. Acho que entendi o sentimento de desapego dos fãs de GOT. Muitos personagens aparecem e desaparecem ao longo do livro, nem todos com fim trágico, mas você fica tenso pensando no que pode acontecer. A trajetória do protagonista é exaustiva! O autor demostrou que não tem pena de fazê-lo sofrer. E nem ao leitor, se pensarmos na cena final do livro… Até agora não superei o que aconteceu. Só digo que foi previsível e inacreditável. Assim, tudo junto.

A Editora Intrínseca mandou muito bem no projeto gráfico de Mundo em Caos. A pintura trilateral deixa a edição com um ar todo macabro. Os ruídos aparecem com uma fonte diferente e a linguagem coloquial nos faz mergulhar no mundo desses personagens.

Se você é do time dos que não assistem a uma adaptação antes de conferir o original, corre para a livraria porque a previsão é que tenhamos um filme ainda em 2019.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário