• Livro: Nós - O Felizes Para Sempre de Ryan e James
  • Autor: Elle Kennedy e Sarina Bowen
  • Editora: Paralela
  • Páginas: 240
Sinopse: Ryan Wesley (Wes) e James (Jamie) Canning se conheceram num acampamento de hóquei quando crianças. A amizade entre os dois cresceu pouco a pouco até que um acontecimento inesperado os afastou. Quando eles se reencontram na faculdade, ambos já adultos, se apaixonam e iniciam uma nova relação, agora de amor. Por motivos profissionais, Wes não quer que seu relacionamento se torne público, mas um de seus colegas de time se muda para o mesmo prédio onde ele está morando com Jamie, e a vida secreta que os dois construíram cuidadosamente corre o risco de ruir. Com o mundo externo pronto para testá-los, Jamie e Wes precisam descobrir do que são capazes em nome do amor que têm um pelo outro.

Em Ele, conhecemos a história de Ryan Wesley e James Canning, dois jovens que se tornaram grandes amigos quando passaram a frequentar o mesmo acampamento de hóquei na infância. Porém, após um acontecimento marcante, os dois se afastaram e perderam o contato. Alguns anos depois, esse mesmo acampamento os reúne outra vez, quando voltam para trabalharem como treinadores. O que era uma amizade acaba virando uma paixão avassaladora, quando os dois se entregam aos seus sentimentos. Ao final do livro, os dois estão felizes e assumindo seu relacionamento para suas famílias e prestes a iniciar uma vida juntos.

Em Nós, vamos ver como está a vida dos dois. Vivendo juntos em Toronto, a relação deles segue incandescente, mas manter seus sentimentos em segredo está cada dia mais complicado. Wes está iniciando sua primeira temporada como jogador profissional e quer manter sua sexualidade escondida da mídia por enquanto, com medo de focarem apenas nisso e não no seu talento. Enquanto ele brilha nos rinques, James trabalha como treinador de um time juvenil, em busca de novas estrelas do hóquei.

A situação só complica quando Blake, um dos companheiros de time de Wes, se muda para o mesmo prédio onde ele vive. Blake é um cara divertido e bagunceiro, sem noção nenhuma de limites, e passa a frequentar praticamente todo dia o apartamento do casal, que aos poucos vai perdendo sua privacidade e se afastando. Os momentos a sós ficam cada vez mais raros, devido aos jogos do time fora de casa, e a presença de Blake deixa tudo ainda mais frio.

Aos poucos, James começa a questionar se tomou a decisão certa em largar sua vida na Califórnia e acompanhar o amado em Toronto. Quando a frustração bate, cada mínimo detalhe começa a ter um significado intenso e a relação deles estremece. Será que Ryan e James estão preparados para essa crise? Conseguirão eles colocar seus problemas de lado e salvar essa relação?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quando eu li Ele, no ano passado, me apaixonei perdidamente pela história de Ryan e James. Recebi a prova antecipada e fiz a leitura toda em uma sentada, finalizando ansioso pela continuação. Assim que a Paralela anunciou que lançaria Nós, no mês de maio, devo dizer que dei aquela surtada básica. Assim que o livro chegou aqui em casa, larguei tudo – inclusive o TCC – para priorizá-lo e mais uma vez caí de amores por esse casal espetacular.

As escritas de Elle Kennedy e Sarina Bowen seguem leves, fluidas, envolventes e muito bem entrelaçadas. A narrativa do livro também permanece a mesma, em primeira pessoa, alternando as perspectivas dos dois protagonistas. Nesse livro, mais do que nunca, essa troca de ponto de vista foi muito importante. Saber o que cada um deles sentia foi crucial e, devo dizer, angustiante. Criei uma relação de “amizade” com os dois e vê-los sofrer partiu meu coração.

Wes segue doce e adorável. Ele é um personagem incrível, que já sofreu muito por ser quem é, mas não se deixa abalar. O amor dele por James é incontestável e vê-lo se afastar, sem saber o que fazer, foi bem difícil. James sabia o que estava fazendo quando tomou a decisão de ir para Toronto e foi duro para ele colocar seus sentimentos à prova. Ele estava insatisfeito, mas se sentia culpado por isso e não queria acabar com a felicidade de Wes. Em alguns momentos fiquei com raivinha dele, confesso, mas no fundo eu o entendia e queria entrar no livro para abraçá-lo.

Blake foi uma excelente surpresa na história. No começo, pensei que ele tinha entrado na trama para ser o vilão, mas foi bem ao contrário. Ele tem uma personalidade envolvente e é difícil não gostar dele. Suas participações no enredo sempre renderam boas risadas e a amizade que ele criou com os protagonistas foi muito sincera. O melhor de tudo é que descobri que as autoras escreveram um livro dele, chamado Good Boy, que espero que a Paralela também lance aqui no Brasil.

Nós foi uma excelente continuação para um livro que eu amei e merece um enorme destaque. Kennedy e Bowen ganharam meu coração mais uma vez e quero mais obras suas publicadas. Deixo aqui minha recomendação dessa série a todos. É um romance de tirar o fôlego, que mostra uma relação pura entre dois homens, deixando de lado qualquer estigma. Vale muito a pena!

 

 

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário