• Livro: Uma Loucura e Nada Mais (Clube dos Sobreviventes #03)
  • Autor: Mary Balogh
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 272
Sinopse: Depois de sobreviver às guerras napoleônicas, Sir Benedict Harper está lutando para seguir em frente e retomar as rédeas de sua vida. O que ele nunca imaginou era que essa esperança viesse na forma de uma bela mulher, que também já teve sua parcela de sofrimento. Após a morte do marido, Samantha McKay está à mercê dos sogros opressores, até que planeja uma fuga para o distante País de Gales para reivindicar uma casa que herdou. Como o cavalheiro que é, Ben insiste em acompanhá-la em sua jornada. Ben deseja Samantha tanto quanto ela o deseja, mas tenta ser prudente. Afinal, o que uma alma ferida pode oferecer a uma mulher? Já Samantha está disposta a ir aonde o destino a levar, a deixar para trás o convívio com a alta sociedade e até mesmo a propriedade que é sua por direito, por esse belo e honrado soldado. Mas será que, além de seu corpo, ela terá coragem de oferecer também seu coração ferido a ele? As respostas a todas as perguntas talvez estejam em um lugar improvável: nos braços um do outro.

Sir Benedict Harper é um dos sobreviventes das Guerras Napoleônicas. Marcado por sequelas físicas e emocionais, Ben segue tentando superar sua deficiência, enquanto busca um propósito para sua vida.

A verdade é que mesmo livre do campo de batalha, ele se julga incompleto. As bengalas que apoiam sua dolorosa caminhada tornaram-se sua prisão e uma lembrança constante de sua incapacidade em levar uma vida normal.

Samantha McKay dedicou 5 anos de sua vida aos cuidados do marido debilitado pela guerra. Contudo, sua total dedicação a Matthew não foi suficiente para livra-lá da opressão direcionada pela família do marido. Viúva há 4 meses, Sam é vigiada de perto pela cunhada e obrigada a viver reclusa e em luto profundo.

Porém, seu destino muda a partir de um mal entendido. Em um simples passeio às escondidas, ela cruza com Benedict, que logo se torna uma pessoa de sua total confiança.

Disposta a escapar do destino que lhe aguarda, Sam arquiteta um plano para fugir das garras dos McKay e reivindicar sua herança esquecida no País de Gales. Acompanhada por Ben, ela embarca rumo a sua independência e a chance de uma nova vida. Nessa jornada de libertação e redenção, Sam e Ben descobrirão que o amor é um aliado poderoso para a cura das feridas mais profundas.

Iniciei esse livro sem grandes expectativas e fui surpreendida por essa história linda de dois personagens marcados pela guerra. As sequelas que afetam Ben e sua forma de andar possuem toda uma carga emocional que o impede de perceber que ainda é um homem desejável e capaz de superar os mais diversos obstáculos.

Já Samantha é uma mulher forte e corajosa. E embora tenha se decepcionado no amor, não se fechou, se permitindo viver os desejos de seu coração.

Meu único incômodo com o livro foi a questão de Sam roubar a cena em muitos momentos, deixando Ben como coadjuvante de própria história. No entanto, acredito que para compreendermos o valor de sua participação na evolução de Ben, se fazia necessário conhecermos mais detalhes dessa personagem.

Fluída e envolvente, essa é a linda história de duas almas feridas em busca de um novo recomeço.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário