07 novembro, 2019

Na Telona :: ‘Doutor Sono’

  • Filme: Doutor Sono
  • Título original: Doctor Sleep
  • Diretor: Mike Flanagan
  • Distribuidora: Warner Bros.
  • Duração: 2h32min
  • Lançamento: 07 de novembro de 2019
  • Classificação: 16 anos
  • Gênero: Warner Bros.
  • Distribuidora: Warner Bros.
Sinopse: Na infância, Danny Torrance conseguiu sobreviver a uma tentativa de homicídio por parte do pai, um escritor perturbado por espíritos malignos do Hotel Overlook. Danny cresceu e agora é um adulto traumatizado e alcoólatra. Sem residência fixa, ele se estabelece em uma pequena cidade, onde consegue um emprego no hospital local. Mas a paz de Danny está com os dias contados a partir de quando cria um vínculo telepático com Abra, uma menina com poderes tão fortes quanto aqueles que bloqueia dentro de si.

Após os acontecimentos no Hotel Overlook, Danny Torrance e sua mãe, Wendy, mudam-se para a Flórida, na tentativa de reconstruir suas vidas. Danny ainda tem pesadelos constantes com os habitantes do hotel, mas suas habilidades de Iluminado estão se aprimorando e ele consegue enfrentar seus medos.

30 anos depois, Dan Torrance está adulto e enfrenta sérios problemas com o álcool. Após uma noite intensa, ele decide largar tudo e muda-se para uma pequena cidade, onde consegue um emprego e se reabilitar de seu vício. Tudo que Dan quer é esquecer os traumas de seu passado e afogar seus dons, mas não é bem isso que vai acontecer.

Abra é uma menina iluminada, uma das mais poderosas que já existiu em séculos. Ela faz contato com Dan e os dois passam a se comunicar através da parede de lousa do quarto do homem. À princípio, tudo não passava de uma diversão para ambos, até que Abra tem algumas revelações que podem colocar sua vida em risco.

Existe um grupo, conhecido como o Nó, que para prorrogar sua vida se alimenta do vapor produzido pelos iluminados. Ao longo dos anos, eles tem matado cada vez mais crianças especiais e sua última vítima aparece nos sonhos de Abra pedindo por socorro.

Agora, Dan precisará decidir se vai ignorar o chamado de ajuda de sua nova amiga, mesmo ela correndo um sério perigo, ou se deixará seus anseios de lado e enfrentará este novo inimigo. Estará ele preparado para encarar os fantasmas de sua mente e reviver seu passado mais uma vez?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!

***

Eu sou um grande fã das obras de Stephen King e, particularmente, acho O Iluminado uma de suas melhores obras. A adaptação para filme, lançada em 1980, pode não ser boa para o escritor, mas é inegável que tornou-se um dos clássicos do cinema cult. Então, quando a continuação foi anunciada, fiquei bastante empolgado, apesar de não saber bem o que esperar.

O filme se inicia com várias lembranças dos acontecimentos de O Iluminado. Gostei muito do modo como o diretor recriou os cenários e conseguiram atores bem parecidos com os do filme original para essa continuação. Após isso, somos reinseridos na vida de Danny, agora Dan, no ano de 2011, vivendo perigosamente com o álcool como melhor amigo.

Já em 2019, temos um Dan recuperado e iniciando sua conexão com Abra. A menina foi, de longe, minha personagem favorita desse filme. Ela é bastante determinada e está aprendendo desde nova a lidar com seus poderes, mesmo que seus pais tentem ignorá-los e fazer com que ela viva uma vida normal.

Os vilões desse filme, o grupo Nó, foram muito bem desenvolvidos. Eu senti um ódio enorme de todos eles e torci constantemente para que sua ruína chegasse. A turma é liderada por Rose, the Hat, e ela é ardilosa demais. Rebecca Ferguson está maravilhosa no papel e deixa até o espectador mais exigente satisfeito.

O único defeito do filme, para mim, foi a duração. Senti que se o filme tivesse uns 40 minutos a menos não perderia nada. O início, que apresentou todo o cenário e ambientou o filme, foi um tanto lento demais. Muita coisa ali poderia ter sido cortada, o que deixaria o filme mais dinâmico.

Fora isso, Doutor Sono chega pra consagrar mais uma obra do mestre do terror nas telonas e, como disse o próprio King, reparar os erros de O Iluminado. Eu super recomendo essa obra a todos os fãs de King e de cinema. Vale super a pena.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário