• Filme: Minha Mãe é uma Peça 3
  • Título original: Minha Mãe é uma Peça 3
  • Diretor: Susana Garcia
  • Distribuidora: Downtown Filmes
  • Duração: 1h45min
  • Lançamento: 26 de dezembro de 2019
  • Classificação: 12 anos
  • Gênero: Downtown Filmes
  • Distribuidora: Downtown Filmes
Sinopse: Dona Hermínia (Paulo Gustavo) vai ter que se redescobrir e se reinventar porque seus filhos estão formando novas famílias. Essa supermãe vai ter que segurar a emoção para lidar com um novo cenário de vida: Marcelina (Mariana Xavier) está grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo) vai casar. Dona Hermínia está mais ansiosa do que nunca! Para completar as confusões, Carlos Alberto (Herson Capri), seu ex-marido, que esteve sempre por perto, agora resolve se mudar para o apartamento ao lado.

Dona Hermínia sempre foi acostumada a ter seus filhos, Juliano e Marcelina, completamente dependentes dela. Porém, agora o cenário virou. Os dois mal aparecem em casa há meses e as únicas companhias de Hermínia são sua empregada, Waldeia, e a irmã, Ieza. Por conta disso, Hermínia faz de tudo pra ficar longe de casa e desconta toda sua frustração em falar mal dos outros e comer biscoitos de polvilho.

Quando a vizinha de Hermínia falece e ela descobre que o corpo só foi encontrado dias depois do acontecido, a mulher tem certeza de que o mesmo irá acontecer com ela, tendo em vista o abandono de seus filhos. Inclusive, a mãe de família finge um mal estar e vai parar no hospital, tendo a certeza de que isso irá chamar a atenção de Juliano e Marcelina. O que ela não esperava, contudo, é que as notícias que eles trariam seriam tão impactantes.

Juliano e seu primeiro namorado, Thiago, decidiram se casar e Marcelina está esperando um filho do namorado que conhece há três meses. Esses dois eventos são a chance de Hermínia meter o bedelho novamente na vida dos filhos, mas ambos estão determinados a deixar a mãe de fora destes acontecimentos, afinal, já estão maduros o suficiente para cuidar de suas próprias vidas. E é claro que Hermínia não vai gostar nada dessa história.

Para ajudar ainda mais nos problemas de Dona Hermínia, seu ex-marido, Carlos Alberto, decidiu mudar-se para o apartamento ao lado do dela, com a ideia de ficar mais perto da ex-esposa e um cuidar do outro, ideia da qual a matriarca tem pavor só de pensar. Além disso, Hermínia terá que lidar com a sogra de Juliano, uma dondoca metida a besta, e o namorado hippie de Marcelina, que tem ideias bem erradas sobre a criação do filho que está para nascer.

Dona Hermínia está em ponto de surtar e quando ela faz isso, a melhor coisa a se fazer é sair de perto, porque a confusão estará armada. Mas o que ela fará dessa vez para controlar seus filhos e forçá-los a fazer as coisas do jeito que ela premeditou? Estarão Juliano e Marcelina preparados para os planos da mãe?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!

***

Antes de qualquer coisa, quero agradecer à Espaço/Z e ao GNC Cinemas pela oportunidade de assistir este filme em primeira mão, numa pré-estreia exclusiva, uma semana antes do lançamento. Este era um dos filmes que eu estava mais aguardando em 2019 e devo dizer que a espera valeu a pena!

Paulo Gustavo é um dos melhores comediantes brasileiros da atualidade e a franquia Minha Mãe é uma Peça está aí para provar. Depois de dois filmes hilários, eu não sabia muito bem o que esperar deste terceiro. Devo confessar que me joguei no filme completamente no escuro, sem ter assistido nenhum trailer, para deixar a surpresa para quando o filme estivesse sendo exibido. E minha gente, se este não é o melhor filme da franquia, este blog não se chama Segredos Entre Amigas.

Minha Mãe é uma Peça 3 vai abordar a síndrome do ninho vazio sofrida por Dona Hermínia. Seu filho mais velho já tinha deixado o lar e morava em Brasília, mas Juliano e Marcelina sempre estiveram ao seu lado, dependendo dela, mas agora estão vivendo suas próprias vidas e deixando a mãe de lado. Por mais que ela saiba que isso é natural, não tem como não se chatear em ver que não é mais a prioridade deles.

Tudo isso muda quando ela descobre sobre o casamento e a gravidez, é claro. Mesmo com os filhos pedindo para ela não se envolver em absolutamente nada, é claro que Dona Hermínia não vai ouvir. Sua rixa com a sogra do filho é simplesmente hilária e os conselhos que ela dá para Marcelina durante a gestação e após o nascimento do bebê, apesar de verdadeiras, também arrancam muitas risadas.

Aliás, o filme inteiro arranca risadas do começo ao fim. Temos muita confusão, brigas e discursos de Hermínia, mas os outros personagens também se destacam. Devo dizer que adorei a nova Dona Lourdes e a viagem que ela faz com Hermínia para Hollywood foi um dos pontos altos do filme, apesar de não se encaixar completamente no contexto da obra. Foi visível que isto foi inserido para aumentar a duração do filme, mas não tira o valor das cenas.

Uma grande polêmica se instaurou ao redor do filme depois que Paulo Gustavo anunciou que na trama haveria um casamento gay, mas que não teria beijo entre os dois novos. Uma chuva de comentários maldosos caiu sobre o ator e roteirista, mas antes de opinar decidi assistir o filme. E devo dizer que o modo como Paulo lidou com toda a crítica à homofobia foi muito mais sutil e impactante. No casamento, temos um discurso de Hermínia sobre como a aceitação deve vir primeiro de dentro de casa, para depois ser então cobrada da sociedade, sobre como os pais deve ser os principais apoiadores do filho LGBTQIA+.

Além disso, uma cena emocionante da infância de Juliano foi inserida no roteiro e o modo como Hermínia deu tapas com luva de pelica na cara de pais e crianças preconceituosas foi impagável. O próprio Juliano disse que se ela não tivesse agido daquela forma, talvez hoje ele teria um grande trauma. Infelizmente essa não é a realidade de muitos jovens no Brasil, mas se um filme com um apelo tão grande como Minha Mãe é uma Peça conseguir fazer alguns pais colocarem a mão na consciência, já vai estar valendo.

Em suma, Minha Mãe é uma Peça 3 é um filme divertido, hilário e envolvente. Com certeza pretendo assistir novamente e, dessa vez, levar minha mãe comigo. Aproveitem as férias e curtam esse programa em família, pois vale muito a pena. Ah! E fiquem até o final, pois temos uma cena pós-créditos fantástica com a mãe de Paulo Gustavo, inspiradora de Dona Hermínia. Rimos muito no cinema com suas peripécias.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário