• Filme: Para Todos os Garotos: P. S. Ainda Amo Você
  • Título original: To All The Boys: P.S. I Still Love You
  • Diretor: Michael Fimognari
  • Distribuidora: Netflix
  • Duração: 1h42min
  • Lançamento: 12 de fevereiro de 2020
  • Classificação: Livre
  • Gênero: Netflix
  • Distribuidora: Netflix
Sinopse: Lara Jean (Lana Condor) não esperava se apaixonar por Peter Kavinsky (Noah Centineo) quando eles fingiam namorar, mas a relação entre os dois rapidamente deixou de ser artificial. Só que, ao se reconectar com uma paixão do passado, John (Jordan Fisher), tudo fica ainda mais complicado para a jovem, que precisa entender o que se passa internamente para tomar uma grande decisão.

Quando as cartas que escreveu foram enviadas sem seu consentimento para os destinatários, Lara Jean não esperava que sua vida mudaria tão drasticamente. Ela iniciou um namoro falso com Peter Kavinsky, teve um vídeo exposto na internet e se viu perdidamente apaixonada por seu falso namorado. Agora, Lara Jean e Peter são um casal real oficial e a menina está feliz da vida com essa nova fase.

Contudo, uma pessoa de seu passado está de volta e talvez abale as estruturas dessa relação. John Ambrose McClaren também recebeu uma carta de Lara Jean, já que a menina foi apaixonada por ele no ensino fundamental. Depois de toda confusão armada por Kitty, Lara Jean tinha a certeza de que as histórias das cartas haviam sido esquecidas, mas quando recebe uma resposta de John Ambrose, ela não sabe bem como lidar.

O penúltimo ano de escola é o momento de os alunos se inscreverem em projetos sociais e, seguindo os passos de Margot, Lara Jean resolve ser voluntária em uma casa de repouso. O local é um paraíso, mas Lara foi a única pessoa da sua escola que se inscreveu. Ela imagina que terá muito trabalho pela frente, mas um novo voluntário de outra escola aparece para ajudar. E ele é ninguém menos que John Ambrose McClaren.

Não demora muito para Lara Jean e John Ambrose retomarem a amizade de onde pararam anos atrás, quando ele mudou de cidade. Os dois tem muitos gostos em comum e é simplesmente fácil estar com John – às vezes até mais fácil do que estar com Peter. Lara Jean nunca imaginou-se tendo um namorado, tampouco estar em dúvida entre dois rapazes, mas o retorno de John à sua vida pode colocar seu relacionamento com Peter em problemas. Por quem será que ela vai decidir?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!

***

Para Todos os Garotos que já Amei é uma das minhas trilogias literárias favoritas e a adaptação do primeiro volume, que estreou em 2018, se tornou uma queridinha. Quando a Netflix anunciou que adaptaria também as continuações, imediatamente fiquei empolgado, mas com um certo receio, já que nas cenas finais do primeiro filme já tinham acontecido coisas importantes do roteiro de sua sequência.

Porém, hoje, P. S. Ainda Amo Você chegou ao catálogo da Netflix e assim que acordei já fiz o download do filme no meu app, para assistir durante o dia de trabalho. O filme está fofíssimo, o roteiro foi bem adaptado, os atores estão sensacionais, mas sabe quando você sente que faltou um ‘quê’ a mais? Foi o que senti enquanto via os créditos subindo na tela.

O relacionamento de Lara Jean e Peter Kavinsky foi muito bem construído desde o início. Foi um romance que foi crescendo gradativamente, até os dois estarem realmente apaixonados e namorando oficialmente. Mas aqui ficou bem evidente as diferenças que eles tem entre si, que às vezes são difíceis de passar por cima. Peter ainda está muito ligado à sua ex, Gen, de quem Lara sente muito ciúme, mas o rapaz, aparentemente, não se importa com os sentimentos dela.

Não me entendam errado! Peter Kavinsky é um dos meus crushes literários da vida – e ter ele interpretado pelo maravilhosíssimo Noah Centineo só aumenta essa paixão. Mas devo confessar pra vocês que ver na tela as atitudes que eu já conhecia dos livros me fizeram perceber que existe sim uma aura egoísta ao redor do personagem. Por outro lado, John Ambrose é simplesmente perfeito (às vezes até demais) e foi palpável que os roteiristas queriam que o público torcesse pelo rapaz.

Acho que isso foi o que mais me incomodou no filme. No livro, o triângulo amoroso que surge entre Lara, Peter e John não é algo imediato. Sei que é uma adaptação e que não há tempo disponível suficiente pra trazer toda a história para a telinha, mas achei que foi tudo rápido demais. Enquanto algumas cenas pareciam ter sido jogadas ali para encher o roteiro, outras mais importantes foram encurtadas e parte do filme perdeu seu propósito.

Contudo, não é só de coisas ruins que essa resenha vai falar. Um dos pontos altos do filme foi a abordagem da cultura coreana, que é bem evidenciada nos livros de Jenny Han. Tivemos alguns momentos em tela que a linhagem coreana da protagonista foi abordado e achei isso sensacional. Também devo elogiar a atuação de todos os atores, principalmente do trio principal, que passou verdade e a autenticidade. Terminei o filme ainda mais apaixonado por Noah e Lana Condor.

A cena final foi lindíssima. Todo o contexto do baile na casa de repouso, a neve, John, Lara e Peter, foi sensacional, uma jogada incrível do diretor. Confesso que tive um ataque de fofura nada leve com o que eu estava vendo e queria deixar essa cena em repeat várias e várias vezes. Sério! Só essa parte já valia todo o filme e eu não ia cansar de assisti-la para sempre.

Em resumo, P. S. Ainda Amo Você pode estar aquém do seu predecessor, mas ainda assim é um filme bom e que merece ser assistido. A Netflix já anunciou que está produzindo o filme final da trilogia, então espero que em breve tenhamos Agora e Para Sempre Lara Jean disponível no serviço de streaming. Sendo assim, deixo aqui minha recomendação a vocês. Assistam ao filme de mente aberta e se apaixonem mais uma vez por esta história.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário