• Livro: Como Sobreviver à Realeza
  • Autor: Rachel Hawkins
  • Editora: Alt
  • Páginas: 312
Sinopse: Perfeito para fãs de Jane Austen, O diário da princesa e com um toque de Gossip Girl, o livro conta a história de Daisy Winters, uma adolescente americana de cabelos vermelhos que trabalha em uma loja de conveniência e é completamente comum. Exceto pelo fato de que sua irmã mais velha (e perfeita), Ellie, está noiva do herdeiro da Coroa escocesa. Apesar do esforço de se manter longe da nova vida de sua irmã e dos holofotes, Daisy acaba indo parar nas manchetes dos tabloides e é convidada ― ou melhor, intimada ― pelo palácio a passar suas férias na Escócia. Para se adaptar à nova realidade, o charmoso Miles é escalado para ensiná-la tudo sobre o mundo da família real. A Coroa fará de tudo para transformar Daisy em uma dama... mas ela pode acabar reescrevendo o livro de regras seculares da realeza.

A vida de Daisy deveria ser como a de qualquer adolescente americana. Ela vive na pacata cidade de Perdido, onde nada acontece, trabalha em uma loja de conveniência, tem uma melhor amiga fiel e um ex-namorado babaca. O que torna Daisy diferente é apenas um detalhe: sua irmã mais velha, Eleanor, namora o príncipe herdeiro da Escócia.

Durante toda sua vida, Daisy viveu à sombra de Elenor, que sempre foi a filha perfeita, com o melhor currículo, as melhores notas e as melhores oportunidades. Quando ela começou a namorar com Alex, o príncipe, todos já esperavam que a união dos dois seria logo. E agora que a data do casamento está cada vez mais próxima é que tudo aquilo que Daisy conhece vai virar de cabeça para baixo.

Eleanor sempre tentou manter sua vida na Escócia separada de sua vida nos Estados Unidos e cada dia mais se vai entendendo o porquê. Os tabloides escoceses adoram uma fofoca sobre a família real e sua mais nova obsessão é Daisy, a irmã mais nova e imperfeita da futura duquesa. Assim que a identidade de Daisy é descoberta, todos querem saber mais sobre ela e logo a menina rebelde se vê em meio a toda a confusão da monarquia escocesa.

Para despistar os tabloides, Daisy se vê obrigada a passar o verão na Escócia, vivendo em meio à família real e se passando por uma nobre donzela da sociedade. Mas como ela, com seus cabelos vermelhos rebeldes, vocabulário impiedoso e personalidade forte, poderá se encaixar em um lugar onde ser perfeito é a regra?

Não fosse o bastante, o irmão de Alex, o príncipe Seb, é um pedaço de mau caminho, assim como seus amigos, os Rebeldes Reais. E uma revista de fofocas ainda teve a audácia de fazer uma entrevista com o ex de Daisy, que anunciou para quem quisesse ouvir que a garota estava interessada em Seb… confusão na certa! Estará Daisy preparada para encarar essa nova vida para realizar os sonhos da irmã?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Como Sobreviver à Realeza é o livro que antecede o famosíssimo Her Royal Highness, um romance sáfico muito bem falado lá fora. Como a editora Alt detém os direitos da série, resolveu lançar o primeiro volume para apresentar os personagens e dar uma introdução à trama, antes de finalmente lançar o mais esperado. Porém, se o primeiro volume é assim tão bom, eu não vou ter estruturas para a continuação.

Eu conheci a autora Rachel Hawkins alguns anos atrás, quando li a trilogia Hex Hall, e desde então sou apaixonado por sua escrita. Neste novo romance sua narrativa segue fluida e envolvente, de forma que finalizei a leitura em poucas horas. Há tempos não lia uma história adolescente tão gostosinha e acho que isso foi o que me fez gostar tanto do livro.

A narrativa é feita em primeira pessoa, sob a perspectiva de Daisy. Ela é uma personagem muito bem caracterizada, tem uma personalidade incrível e é super divertida. Muitas vezes ela é colocada em situações em que eu surtaria se estivesse no lugar dela, mas Daisy consegue se sobressair e mostrar uma imensa maturidade – às vezes, pelo menos -, algo raro em livros desse segmento.

Muitas coisas que acontecem na história são por conta da entrada de Eleanor na família real e por diversos momentos eu tentei culpá-la pelo que acontecia a Daisy, acusando-a de superficial e egoísta. Contudo, quando melhor fui conhecendo a personagem, percebi que ela não fazia isso por mal, que ela tentava proteger Daisy à sua forma e só aceitava certas coisas por ser completamente apaixonada por Alex.

Outro ponto que achei interessante nesse livro foi que ele não focou tanto no romance. Daisy vai realmente se interessar pelo seu par romântico depois de mais da metade do livro e o primeiro beijo só acontece, sem mentira nenhuma, aos 90% da história. O foco da autora realmente não estava nisso, mas mesmo assim o romance foi bem estruturado.

Em suma, Como Sobreviver à Realeza é um livro divertido, envolvente, com personagens ótimos, uma narrativa fluida e depois de finalizá-lo eu estou contando os segundos para o lançamento de Her Royal Highness. Espero ter notícias desse lançamento muito em breve, pois estou mais uma vez apaixonado por uma história de Rachel Hawkins.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário