• Livro: Quase Rivais
  • Autor: J. Sterling
  • Editora: Faro Editorial
  • Páginas: 160
Sinopse: James é louco por sua vizinha Julia... Julia brilha e se arrepia cada vez que esbarra com James... a combinação seria perfeita se suas famílias não fossem rivais há gerações. E, como se não bastasse, os dois são concorrentes no trabalho. Mas, mesmo com tudo jogando contra, quanto mais tentam resistir, mais forte fica o desejo. James e Julia entendem que precisam se manter afastados. O problema é: como? J. Sterling, autora conhecida por seus romances incríveis, recria em Quase Rivais a maior história de amor de todos os tempos. Neste Romeu e Julieta dos tempos modernos, há alguns detalhes que se repetem, mas o que poderia ser diferente?

Julia La Bella é uma renomada profissional do ramo de vinhos e suas criações são apreciadas por todos, de forma que elas sempre ganham a premiação do ramo. A família La Bella vive em constante rivalidade com a família Russo, seus vizinhos e rivais nos negócios.

James Russo administra a vinícola da família e suas criações sempre perdem para as de Julia nas competições. Ele também foi criado para odiar os La Bella, mas seu coração diz o contrário. Desde a primeira vez que ele viu Julia, aos quatro anos de idade, ele soube que seu coração era dela.

Os sentimentos de Julia são conflitantes. Ela sabe que se sente atraída por James, mas não pode nem cogitar se envolver com ele, já que seu pai constantemente ameaça tirar a vinícola dela se ela sequer chegar perto de um Russo. Mas cada vez que os dois ficam no mesmo ambiente, a tensão é inegável.

Quando um incêndio quase coloca as famosas vinhas de Julia em risco, James faz o que está ao seu alcance para salvá-las do fogo. Em agradecimento, ele pede que Julia aceite sair com ele para jantar, dando-lhe uma chance de expor seus sentimentos.

Será que James conseguirá conquistar de vez o coração de Julia? Como ficarão suas famílias se eles engatarem um relacionamento? E, afinal, o que aconteceu no passado entre os La Bella e os Russo para essa rivalidade ainda existir?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Desde que eu li Dear Heart, Eu Odeio Você, eu estava curioso sobre mais obras de J. Sterling. Então, quando a Faro anunciou um novo lançamento da autora, corri para fazer minha solicitação e, assim que o livro chegou lá em casa, passei ele na frente de todas as leituras. Mas talvez eu tenha ido com muita sede ao pote.

A escrita de J. Sterling é leve, fluida e envolvente, isso não dá para negar. Somando isso com as poucas páginas, terminei a leitura em uma sentada. Foi uma leitura bastante agradável, os personagens são bem construídos, mas senti que faltou alguma coisa.

Quase Rivais é uma releitura moderna do clássico Romeu e Julieta e tem os principais elementos do romance. Contudo, achei que todo o conflito criado entre as duas famílias foi um pouco raso e a solução rápida demais. Acho que Sterling poderia ter se aprofundado mais nesses aspectos, já que eles que deram guia à trama.

Os personagens são ótimos. A química entre os dois é inegável e quando rolou a primeira vez deles, soltaram faíscas. J. Sterling é ótima na descrição de cenas sensuais e achei que foi tudo na medida, intercalando romance com sensualidade e comédia, o que contou muitos pontos a favor da trama.

Jeanine, a melhor amiga de Julia, também é uma personagem incrível. Ela é toda irreverente, com personalidade forte e não tem papas na língua. Adoraria de ter uma outra história protagonizada por ela, já que a autora deu a entender no final que ela tinha um interesse romântico em vista… Por favor, Jen, nunca te pedi nada!

Em suma, Quase Rivais é um livro bonitinho, divertido e bem escrito, mas que deixa a desejar em alguns aspectos. Se você é fã de clichês e leituras leves, deixo aqui minha recomendação. Tenho certeza que os românticos incorrigíveis irão se encantar por essa história.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário