• Livro: Enola Holmes: O Caso do Marquês Desaparecido
  • Autor: Nancy Springer
  • Editora: Verus
  • Páginas: 179
Sinopse: Em Enola Holmes: O caso do marquês desaparecido, Enola Holmes ― irmã do famoso detetive Sherlock Holmes ― descobre no dia de seu aniversário de catorze anos que sua mãe desapareceu. Por conta dessa descoberta, ela embarca em uma viagem a Londres em busca de pistas que indiquem o paradeiro da mãe. Mas nada poderia preparar Enola para o que a espera na cidade grande. Ao chegar, ela se vê envolvida no sequestro de um jovem marquês. E, no meio de toda a trama, ainda é obrigada a fugir de vilões assassinos e tentar se esquivar de seus astutos irmãos mais velhos ― tudo isso enquanto reúne pistas sobre o estranho desaparecimento de sua mãe. Porém, nessa busca por sua mãe, ela conta com aliado muito importante: um caderno de mensagens cifradas deixado pela mãe. Ele será seu companheiro em todas as aventuras e confusões em que a astuta Enola irá se meter. Enola Holmes: O caso do marquês desaparecido deixa claro que a busca por aquilo que amamos nunca é em vão e os caminhos que devemos percorrer nessa jornada nem sempre serão suaves.

Enola Holmes é a irmã mais nova do renomado detetive Sherlock Holmes, mas não tem muito contato com seu irmão. Ela vive com a mãe na propriedade da família desde que o pai faleceu e já faz muito tempo desde que Sherlock ou Mycroft, seu outro irmão, colocaram os pés na casa ou procuraram ter notícias da família. Mas está tudo bem para Enola, já que ela tem sua mãe sempre ao seu lado.

Na manhã do seu aniversário de 14 anos, Enola acorda pronta para ter um dia incrível, mas descobre que a mãe não está em casa. Ao longo do dia ela recebe seus presentes da Sra. Lane, mas tudo que ela quer saber é onde está a mãe, que não retorna nem quando anoitece. Após alguns dias sem ter notícias da matriarca, Enola decide enviar um telegrama para Mycroft e Sherlock, em busca de ajuda.

Quando os irmãos Holmes chegam à propriedade da família, ficam chocados com a forma que a casa se encontra. Eles acreditam que a mãe está completamente senil e não deu uma criação adequada para Enola. Sendo assim, Mycroft quer enviar a menina para um internato enquanto Sherlock tenta descobrir o paradeiro da mãe. Mas é claro que a pequena Holmes não aceitará as coisas assim tão fácil, não é mesmo?

Após encontrar algumas pistas deixadas por sua mãe, Enola tem certeza de que há algum plano por trás deste repentino desaparecimento e que ela é a única que poderá encontrar Eudora. Então, no dia que deveria ir para o internato, Enola consegue escapar de seus guardiões e parte rumo a Londres, para tentar encontrar sua mãe.

No meio desta busca, Enola depara-se com o caso do jovem visconde Tewksbury, um garoto de doze anos que aparentemente fora sequestrado de sua residência na calada da noite. Apaixonada por mistérios, Enola decide investigar este crime por conta própria, mal sabendo ela a confusão em que isto a meteria.

Agora, Enola precisará decidir entre seguir com sua jornada em busca da mãe ou resolver o mistério por trás do sequestro do jovem Tewky. Estará a menina preparada para livrar-se daqueles que querem prejudicá-la em sua busca? E conseguirá ela se esconder de seus irmãos, sendo Sherlock um investigador tão bom?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

O Caso do Marquês Desaparecido é o primeiro volume da série de mistérios de Enola Holmes. Recentemente o livro ganhou uma adaptação pela Netflix, tendo como protagonista a excelente Millie Bobby Brown e nomes de peso no elenco, como Helena Bonham Carter e Henry Cavill. O filme é uma grande aposta do serviço de streaming e, pensando nisso, a Verus resolveu investir e relançar os livros que originaram a adaptação. E é claro que eu já conferi ambos para contar para vocês!

A escrita de Nancy Springer é bastante fluida e envolvente. O livro é narrado em primeira pessoa, sob a perspectiva de Enola, e ela é uma personagem fantástica, não ficando nem um pouco longe do brilhantismo de Sherlock. Ela tem a mente bastante afiada e não tem medo de ir atrás do que quer, mostrando muita valentia e inteligência.

Pensando que este é um livro pro público mais jovem eu tive que rever alguns conceitos. A trama não tem muita complexidade e algumas pistas estavam bem na cara, mas há alguns códigos que só Enola conseguiu resolver, porque se dependesse de mim estaríamos até agora procurando respostas, haha.

O foco do livro está na busca de Enola pela mãe, quando ela tropeça sem querer no caso do marquês desaparecido. Ela até vai investigá-lo, passando-se por uma assistente de Sherlock, mas quando percebe o que aconteceu de verdade, não hesita em partir para seu real propósito. Claro que este caso ainda tem alguns momentos dentro da história, mas está longe de ser o plot principal.

Ontem à noite eu assisti a adaptação e devo dizer que gostei muito do filme, mas como uma obra separada do livro. Todos os elementos principais estão ali, apesar de algumas alterações e a ação é incomparável. Porém, minha única ressalva com o filme é a de transformar Enola, uma jovem independente, em alguém que se apaixona tão facilmente e busca em excesso a aprovação do irmão. No livro não é bem assim que as coisas acontecem.

O Caso do Marquês Desaparecido é um excelente início para uma série que, atualmente, conta com seis volumes. Já estou ansioso para ler mais desta personagem tão encantadora e espero que a Verus siga lançando os livros, que já tiveram edições lançadas anteriormente pela Novo Século. Sendo assim, deixo aqui minha recomendação a todos, tanto do livro quanto do filme, pois tenho certeza que vão gostar muito assim como eu.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário