• Livro: A Verdade Segundo Ginny Moon
  • Autor: Benjamin Ludwig
  • Editora: Verus
  • Páginas: 336
Sinopse: A realidade é que todo mundo sabe o quanto Ginny Moon é espetacular ― seus amigos na escola, os colegas do time de basquete e, especialmente, seus novos pais adotivos. Eles amam a menina, portadora de autismo, mesmo sem entendê-la realmente. E querem, do fundo do coração, que ela se sinta incluída. O fato é que as coisas não são tão simples quanto parecem, e tentar fazer Ginny entender a realidade para ser incluída talvez não seja uma tarefa tão fácil. Porém o que eles não sabem é que Ginny não tem intenção nenhuma de ser incluída. Ela encontrou sua mãe biológica pela internet e está determinada a voltar para casa ― ainda que isso signifique roubar, mentir e retornar a um lugar extremamente perigoso. Porque Ginny deixou algo crucial para trás e está desesperada para recuperar aquilo que falta em sua vida. E não descansará enquanto não encontrar o que tanto procura. Brilhante e inesquecível, A verdade segundo Ginny Moon narra a jornada de uma garota para encontrar o caminho de casa. Um dos romances mais originais dos últimos anos, este livro vai arrancar lágrimas do leitor e fazê-lo torcer pela teimosa, impulsiva e heroica Ginny Moon.

Ginny Moon tem catorze anos e vive na casa azul com seus Pais Para Sempre, sua família adotiva. Quando tinha apenas nove anos, a menina foi retirada da guarda de sua mãe biológica, Gloria, após uma denúncia de maus tratos. Após passar por alguns lares temporários, ela finalmente encontrou em Brian e Maura uma família, mas ainda há algo a impedindo de seguir em frente.

Um novo membro está chegando para completar a família e tudo que os pais de Ginny desejam é que a garota, que é autista, se adapte a esta mudança. Eles contam com uma rede de apoio, mas Ginny não parece muito disposta a cooperar. Ela só consegue falar sobre sua Boneca Bebê e como alguém precisa pegá-la com Gloria.

Depois da adoção de Ginny, seus pais ficaram super protetores, com medo de que Gloria voltasse e tentasse entrar em contato com a menina. Sendo assim, Ginny foi privada de ter um celular ou acessar a internet, algo corriqueiro para alguém da sua idade. Mas a menina é mais esperta do que eles pensam e, com a ajuda de um colega da escola, finalmente consegue encontrar sua mãe biológica.

É claro que Ginny ama seus Pais para Sempre é quer ser feliz com eles na casa azul, mas ela precisa salvar sua Boneca Bebê e fará de tudo para isso, mesmo que tenha que voltar a viver sob o mesmo teto de Gloria e sofrer com seus abusos. Mas será que a menina conseguirá atingir seu objetivo?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler.

***

Devo começar essa resenha dizendo que A Verdade Segundo Ginny Moon é um livro completamente diferente do meu estilo de leitura, fugindo um pouco da minha zona de conforto. Porém, com uma sinopse instigante e uma capa lindíssima, o livro acabou me atraindo e decidi dar uma chance.

A escrita de Benjamin Ludwig é leve, fluida e muito envolvente. O livro é narrado em primeira pessoa, pela perspectiva de Ginny, e amei o modo como o autor construiu isso. Por ser autista, Ginny tem uma forma diferente de ver o mundo e ela coloca isso em suas palavras. Acredito que para alguns pode ser um pouco confuso no início, mas garanto que não será sempre assim.

Eu já li muitos artigos e notícias sobre o autismo. É um tema que ainda causa certa ignorância nas pessoas e por isso eu busco saber mais sobre. A mente de um autista não funciona da mesma forma que a daquele que não sofre dessa condição, tendo pensamentos que não seguem uma linearidade. Gostei como Ludwig trouxe isso para a narrativa, sem ser algo que force estereótipos ou gere preconceito, mesmo que alguns personagens não pareçam preparados para lidar com o autismo.

Ginny é uma menina fantástica. Ela é corajosa e muito inteligente, apesar de ingênua, mas isso não é demérito algum. Ela quer apenas encontrar seu lugar no mundo e entender o porquê de ter sido tão maltratada justamente pela pessoa que mais devia lhe dar amor. Sua determinação para com a Boneca Bebê é cativante e eu ficava aflito quando seus pais e sua psicóloga não davam atenção para sua obsessão neste assunto.

A Verdade Segundo Ginny Moon é um livro leve, envolvente e necessário, que vai falar não só sobre o autismo, mas sobre a importância da família e do afeto. É um livro sensível, com uma narrativa fluida e personagens cativantes. Deixo aqui minha recomendação a todos, vale muito a pena.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário