• Livro: Coraline - Graphic Novel
  • Autor: Neil Gaiman & P. Craig Russell
  • Editora: Rocco Jovens Leitores
  • Páginas: 192
Sinopse: O aclamado artista P. Craig Russell dá nova vida ao encantador bestseller Coraline nessa versão adaptada para comics. Primeiro livro de Neil Gaiman escrito especialmente para o público juvenil, Coraline é um conto de fadas às avessas que reconhece a subestimada e, por vezes esquecida, maturidade da maioria dos jovens leitores. Cultuado escritor de histórias em quadrinhos para adultos, Neil Gaiman influenciou o mercado editorial a seguir um caminho sofisticado para atrair cada vez mais público. Sandman, graphic novel campeã internacional de vendas, por exemplo, recebeu inclusive o World Fantasy Award, prêmio até então inédito para o gênero. Em Coraline, a jovem descobre uma porta para um misterioso apartamento no prédio para onde acabou de se mudar. Uma história arrepiante, que vai além dos tradicionais dragões, príncipes encantados, frágeis princesas ou gigantes padronizados que habitam o universo infantil.

Quando Coraline mudou-se com os pais para a nova casa, ela não ficou muito feliz. O novo apartamento é uma antiga casa que foi dividida em vários blocos e os vizinhos são pessoas mais velhas e bem estranhas.

Tendo os pais focados em seus respectivos trabalhos e sem nenhuma criança por perto para brincar, Coraline gosta de passar seu tempo explorando os limites da propriedade e o misterioso e antigo poço.

Ao explorar seu próprio apartamento, Coraline encontra uma porta misteriosa. Atrás dela tem apenas uma parede, que anteriormente levaria para outro cômodo da casa, como é mostrado à menina pela mãe. Porém, Coraline sente que há algo mais nessa porta e está prestes a tirar a prova.

Certo dia, ela sente a porta lhe chamando e, quando a abre, encontra um túnel escuro, que decide atravessar. Do outro lado, uma grande surpresa: um outro mundo, exatamente igual ao dela, mas com a exceção de que seus pais parecem querer muito sua presença lá e eles possuem botões no lugar dos olhos.

Coraline fica assustada num primeiro momento, mas a Outra Mãe tenta leva-la na conversa, mostrando-lhe que em sua Outra Casa as coisas seriam muito melhores. As melhores comidas, a melhor cama, os melhores pais… Pra ficar lá, Coraline só precisaria aceitar ter seus olhos substituídos por botões.

Com medo, a menina foge e encontra sua casa de verdade abandonada. Seus pais desapareceram sem deixar nenhum bilhete e a menina sabe que a Outra Mãe tem algo a ver com isso. Será Coraline corajosa para enfrentar este pesadelo para salvar seus pais?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Eu sou um grande fã da escrita de Neil Gaiman, um autor consagrado por obras como O Livro do Cemitério e Deuses Americanos. Há tempos eu tinha curiosidade em ler Coraline, mas depois de assistir a adaptação, fui deixando o livro passar. E aí eu resolvi solicitar a Graphic Novel e me aventurar por essa história. E valeu a pena a espera.

Coraline, por incrível que pareça, foi escrito por Gaiman para sua filha, com a ideia de ser uma história infantil com uma lição de moral no final. Mas é claro que um autor como ele não conseguiria escrever simplesmente uma história fofa, sem alguns elementos macabros, haha.

Certamente o livro tem alguns indícios de ser voltado para o público infanto-juvenil, mas eu, um adulto já formado, fiquei com medo em algumas partes. A animação inspirada neste livro é muito bem feita, mas é um dos poucos filmes que já me deu pesadelos. Com o livro não seria diferente…

A escrita de Gaiman é bastante fluida. O livro tem pouco menos de 200 páginas, então a leitura foi bastante rápida. A narrativa é feita em terceira pessoa, acompanhando Coraline. Amei este estilo de perspectiva e achei que combinou muito com o clima do livro.

Somando isso com as ilustrações de P. Craig Russell, o ar do livro ficou ainda mais sombrio e excitante. Todas os desenhos são belíssimos e combinam muito bem entre si. Fiquei encantando pela obra, que já ganhou um lugar de destaque na minha estante. Sou um grande fã de Graphic Novel e HQ’s e tenho propriedade pra dizer que esta é uma das mais lindas que já tive o prazer de ter e ler.

Em suma, Coraline é um livro fluido, envolvente e muito bem escrito, que me cativou desde a primeira página. Já era fã de Gaiman, mas agora, mais do que nunca, quero ler tudo que o autor escreve. Garanto a vocês que vale muito a pena!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário