• Livro: Cortesã por uma noite
  • Autor: Lisa Kleypas
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 272
Sinopse: Certa noite, o belo e misterioso policial Grant Morgan é chamado para investigar uma vítima de afogamento no rio Tâmisa. Quando chega lá, fica surpreso ao reconhecer Vivien Rose Duvall, um de seus grandes desafetos, a mais famosa e exclusiva cortesã dos salões londrinos. Grant fica mais surpreso ainda ao perceber que a moça está viva. Sem saber o que fazer, ele decide levá-la para casa, apesar de seu desprezo por ela. Quando Vivien acorda, porém, os dois percebem que ela não se lembra de nada. Durante a investigação, logo fica claro que a moça sofreu uma tentativa de assassinato e que sua vida ainda está correndo perigo. Enquanto tenta protegê-la, Grant se sente cada vez mais atraído por ela. E Vivien, incapaz de recuperar a memória, se entrega de corpo e alma a seu salvador. Nesse mistério envolvente cheio de pinceladas de romantismo, duas vidas se cruzam de maneira inesperada e uma paixão avassaladora coloca em dúvida tudo que eles achavam que sabiam.

Quando o policial Grant Morgan foi convocado para investigar um caso de afogamento no Rio Tâmisa, jamais imaginou que a vítima seria Vivien Rose Duvall, a cortesã por quem nutria certos desentendimentos.

Sua maior surpresa foi constatar que a moça estava viva, mas que poderia padecer de hipotermia se algo não fosse feito rapidamente. Foi então Grant decidiu leva-la para casa, ele só não imaginava que seus desafetos com Vivien sumiriam junto com sua memória. Ela seria um alvo fácil, já que possivelmente havia sofrido uma tentativa de assassinato, e é então que Grant decide mantê-la com ele. Enquanto isso, Vivien sem memória acredita ter encontrado seu herói.

Narrado em terceira pessoa pela perspectiva de ambos os personagens, a história se desenrola com muito suspense, investigação e um romance avassalador. Com a perda de memória, Vivien não entende como alguém possa odiá-la tanto a ponto de querer tirar-lhe a vida e isso deixou a história ainda mais interessante.

Outro ponto interessante aqui é que como temos um policial na trama, a autora também mostro o lado que envolve corrupção, impunidade e dinheiro na polícia, fazendo um paralelo bem real com nossa realidade.

Adorei esse primeiro livro da série Os mistérios de Bow Street, apesar de ter me incomodado com certa atitude do protagonista que achei bem desnecessária. Diferente dos demais romances de Lisa Kleypas ao qual estamos habituados, aqui a autora deixou os títulos de nobreza de lado, dando lugar a pessoas comuns, mas ainda assim mantendo aquela escrita gostosa que tanto amamos.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário