• Livro: Enquanto eu não te Encontro
  • Autor: Pedro Rhuas
  • Editora: Seguinte
  • Páginas: 272
Sinopse: Nenhum encontro é por acaso. A vida tem sido boa para Lucas. Ele passou no Enem para estudar publicidade; se mudou com Eric, seu melhor amigo, do interior do Rio Grande do Norte para a capital; e conseguiu sua tão aguardada liberdade. Mas, no amor, Lucas é um desastre. O maior fã de Katy Perry no Nordeste tem certeza de que nem toda a sorte do mundo poderia fazer com que ele finalmente se apaixonasse pela primeira vez. té que, em uma despretensiosa noite de sábado em 2015, tudo muda. Quando Lucas e Eric vão na inauguração do Titanic, a mais nova balada da cidade, Lucas esbarra (literalmente!) em Pierre, um lindo garoto francês que parece ter saído dos seus sonhos. Em meio a drinques, segredos e sonhos partilhados, Lucas e Pierre se conectam instantaneamente. Eles vivem o encontro mais especial de suas vidas, mas o Universo tem outros planos para o futuro… Até a noite acabar, o que será que vai acontecer com eles? Com uma voz original e divertida, repleta de referências pop e à cultura do Rio Grande do Norte, o livro de estreia de Pedro Rhuas vai te fazer rir alto e se apaixonar.

Quando Lucas deixou a cidade de Luna do Norte, no interior do Rio Grande do Norte, ele tinha vários planos. Ele passou a viver em um apartamento com seu melhor amigo, Eric, na capital e os dois iriam curtir juntos as festas nos intervalos da faculdade. Até que Eric começou a namorar e foi deixando Lucas de lado aos poucos, sempre em função do seu novo namorado.

Certo dia, Eric convida Lucas para uma nova festa, a inauguração da boate Titanic, inspirada no filme de mesmo nome. O lugar tem tudo pra ser um dos points mais badalados de Natal e o bom clima do ambiente já era perceptível logo na entrada. Lucas tinha certeza que aquela noite seria sua noite… até tomar um banho com o drink de alguém.

Quando vai ao banheiro para se limpar, Lucas se depara com ninguém menos que o responsável pelo seu banho. Depois de passar mais uma vergonha no débito na frente do boy, Lucas se surpreende com a beleza dele e com seu sotaque francês.

Pierre é um garoto que veio da França após a morte da mãe, para passar um tempo com o pai, que é brasileiro. Ele se sentiu muito mal com o banho de Lucas e quis pedir desculpas pessoalmente pelo acidente. A conexão entre os dois é incontestável e os dois passam a noite toda conversando, aprendendo mais um sobre o outro. Lucas já estava caidinho por Pierre e tinha certeza que os dois ficariam juntos… até o fim da noite.

Após Eric dar um PT daqueles, Lucas precisa acompanhá-lo até em casa e se despedir de Pierre, anotando o número do rapaz no celular. Mas um novo acidente causado pelo seu amigo faz com que o celular de Lucas se quebre, levando consigo toda a possibilidade de contato com o francês. E agora? Como Lucas ficará vendo o amor de sua vida escorrendo por entre seus dedos? Eles conseguirão se reencontrar em algum momento?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Desde que Enquanto eu não te Encontro foi anunciado pela editora Seguinte, minhas expectativas foram às alturas. Eu sou um grande fã de livros com temática LGBTQIA+ e esse romance, sendo nacional e com grande representatividade do nordeste, tinha a combinação perfeita para me cativar. E eu não poderia estar mais certo!

A escrita de Pedro Rhuas é muito envolvente e fluida. Iniciei a leitura através da plataforma NetGalley, apenas para ter uma ideia de como era a narrativa, e quando me dei por conta já estava na metade do livro. Após uma ressaca literária que parecia sem fim, este livro foi a minha salvação e vou ser sempre grato a ele por ter me salvado.

A narrativa é feita em primeira pessoa, pela perspectiva de Lucas. Ele é um personagem muito bem construído, com uma personalidade bem formada e atitudes bem maduras. Sua amizade com Eric é de dar inveja, mas consegui sentir na pele a frustração dele por ser deixado de lado pelo amigo. Ninguém gosta de ser a vela do grupo de amigos, tampouco ser a segunda opção, mas é necessário certa maturidade para lidar com isso.

Pierre é encantador! Quando ele apareceu pela primeira vez, foi paixão à primeira vista – tanto minha quanto de Lucas, haha. Seu sotaque francês é charmoso, ele é educado, bonito, cheiroso, culto e também parece estar caidinho pelo protagonista. Foi impossível não shippar estes dois! Quando o desencontro aconteceu, eu queria gritar de frustração e  matar Eric com minhas próprias mãos.

Outro ponto bastante positivo foi a representatividade da cultura nordestina. Pedro Rhuas soube ambientar muito bem os cenários e inserir questões típicas da região, como culinária e entretenimento, de forma que o leitor se sinta uma parte do lugar. Amei também a forma como ele abordou a cultura gay do nordeste, inserindo até um princípio de banheirão num certo mercado popular. HAHA!

O final foi lindo! Finalizei a leitura com lágrimas nos olhos e torcendo demais pela felicidade do casal protagonista. Como um extra, Pedro divulgou uma carta de Pierre para Lucas – que eu não posso falar muito, para não dar spoiler -, que complementou bem o desfecho da trama, dando tudo que os fãs sedentos precisavam.

Enquanto eu não te Encontro é um livro bem escrito, envolvente, com personagens cativantes e reais e um romance de tirar o fôlego. Sem sombra de dúvidas eu recomendo esta história a todos. Se joguem nessa leitura, pois tenho certeza que não irão se arrepender!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário