• Livro: Metido de Terno e Gravata
  • Autor: Vi Keeland & Penelope Ward
  • Editora: Essência
  • Páginas: 240
Sinopse: "TODAS AS COISAS BOAS ACABAM UM DIA, CERTO? MAS NOSSO FINAL ERA IMPOSSÍVEL DE PREVER...
Era uma manhã normal no trem até eu ficar completamente hipnotizada pelo cara sentado do outro lado do corredor. Ele estava gritando com alguém ao telefone como se fosse o dono do mundo. Quem o engomadinho metido pensava que era? Deus? (Na verdade, ele parecia um deus, mesmo...) Quando sua estação chegou, ele se levantou bruscamente e saiu, deixando cair o telefone no caminho. Talvez eu o tenha achado. Talvez eu tenha passado por todas as suas fotos. Talvez eu tenha ficado com o telefone do homem misterioso por dias – até finalmente criar coragem para devolvê-lo. Mas, quando cheguei a seu escritório chique, ele se recusou a me ver. Então, deixei o telefone na mesa vazia do lado de fora da sala daquele idiota arrogante. Talvez eu tenha salvado uma foto minha em uma pose não exatamente angelical para provocá-lo. Eu não esperava que ele respondesse. Nem que começássemos a trocar mensagens cada vez mais picantes. E, muito menos, que eu me apaixonasse perdidamente por ele.

Soraya é uma mulher jovem, deslumbrante e muito segura de si. Ela muda a cor do cabelo de acordo com seu humor e é dona de diversos piercings e tatuagens. A moça trabalha como secretária de uma colunista de relacionamentos, filtrando os e-mails interessantes para que sua chefe responda. Num certo dia, no metrô a caminho do trabalho, sua vida vira de ponta cabeça.

Um deus grego em forma de homem surge no metrô, gritando com alguém no telefone, o que já desperta a fúria de Soraya. Porém, com toda aquela beleza, é simplesmente impossível parar de olhar para ele. Quando o homem desce em sua estação, Soraya percebe que ele deixou cair o celular e resolve devolvê-lo, mas não sem antes investigar o conteúdo do aparelho.

Não demora muito para que Soraya descubra que o celular pertence a Graham Morgan, um jovem CEO muito respeitado no ramo das finanças. Mas é claro que esse homem, tendo tudo que tem e com toda aquela beleza, também era um grande escroto, o que lhe deu o apelido de Sr. Grande Babaca.

Quando Soraya aparece no prédio do escritório de Graham, o homem se recusa a recebê-la, o que deixa a mulher ainda mais revoltada. Determinada a mostrar o que ele está perdendo por não abrir a porta, Soraya tira uma foto de suas pernas e de seu decote, deixando armazenada no celular de Graham, assim como o número do seu telefone. E é vendo essas fotos que Graham fica completamente louco por Soraya.

Os dois começam a trocar mensagens, algumas com conteúdos bem picantes, e Graham está determinado a ter Soraya para si. Mas é claro que a moça não vai facilitar as coisas para o Sr. Grande Babaca, trazendo todo um ar de mistério e resistindo às investidas do CEO. Só que até quando Soraya conseguirá resistir depois que perceber que também está interessada em Graham?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quando eu soube do lançamento de Metido de Terno e Gravata, fiquei bastante empolgado. Já havia lido Se Beber não Ligue, da Penelope Ward e sempre fui curioso a respeito da escrita da Vi Keeland. Esse livro parecia ter todos os elementos pra me conquistar, então resolvi me jogar na leitura assim que ele chegou aqui em casa. Não me arrependi, mas o livro não foi bem o que eu esperava.

A escrita de Keeland e Ward combina super bem. Conforme fui me aprofundando na história, não tinha como saber quem escreveu o que, tamanha a sinergia entre as duas. O livro é narrado em primeira pessoa, alternando as perspectivas de Soraya e Graham a cada capítulo, o que só deixou a trama mais interessante, pois proporcionou ao leitor saber o que se passava na cabeça de ambos durante seus encontros.

Soraya é uma protagonista incrível. Ela é uma mulher forte, bonita e que sabe quais são suas qualidades. Ela não se importa com os comentários dos outros acerca de si mesma e mostra que de boba não tem nada. Graham também é incrível. Por trás de toda arrogância existe um homem maravilhoso, com muito medo de se machucar.

A química entre os dois é incontestável. A tensão sexual paira entre eles desde a primeira troca de mensagens e o primeiro encontro não demora a acontecer. O legal é que mesmo com toda essa vontade, um sabe respeitar os limites do outro e uma relação muito bonita de confiança vai nascendo a partir dali. Só que, é claro, as coisas não serão nada fáceis quando uma certa ex do passado ressurge.

O que não me deixou gostar 100% desse livro foi a ausência de uma coisa muito importante em qualquer relacionamento: o diálogo. Claro que se fosse para ser algo tranquilo, não seria um livro. Mas não gostei de uma atitude específica da Soraya lá do meio pro final do livro. Se ela tivesse sentado e conversado com o Graham, muita coisa teria sido evitada. Qual a dificuldade que esses personagens tem de falar sobre o que estão sentindo?

Em resumo, Metido de Terno e Gravata é um livro bem escrito, divertido, com personagens bem construídos e muito amor e sexo envolvidos. Mesmo não tendo terminado a leitura pedindo por mais, é um livro que eu deixo aqui minha recomendação. Espero que gostem dessa leitura!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário