06 outubro, 2021

Blackout, de várias autoras

  • Livro: Blackout
  • Autor: Dhonielle Clayton, Tiffany D. Jackson, Nic Stone, Angie Thomas, Ashley Woodfolk & Nicola Yoon
  • Editora: Seguinte
  • Páginas: 272
Sinopse: Seis autoras extraordinárias. Seis histórias de amor entrelaçadas. Uma noite que tinha tudo para ser um desastre ― mas acaba sendo brilhante. Uma onda de calor causa um apagão em Nova York. Multidões se formam nas ruas, o metrô para de funcionar e o trânsito fica congestionado. Conforme o sol se põe e a escuridão toma conta da cidade, seis jovens casais veem outro tipo de eletricidade surgir no ar…Um primeiro encontro ao acaso. Amigos de longa data. Ex-namorados ressentidos. Duas garotas feitas uma para a outra. Dois garotos escondidos sob máscaras. Um namoro repleto de dúvidas. Quando as luzes se apagam, os sentimentos se acendem. Relacionamentos se transformam, o amor desperta e novas possibilidades surgem ― até que a noite atinge seu ápice numa festa a céu aberto no Brooklyn. Neste romance envolvente e apaixonante, composto de seis histórias interligadas, as aclamadas autoras Dhonielle Clayton, Tiffany D. Jackson, Nic Stone, Angie Thomas, Ashley Woodfolk e Nicola Yoon celebram o amor entre adolescentes negros e nos dão esperança mesmo quando já não há mais luz.

Blackout é um livro dividido em seis histórias, cada uma narrada por uma autora diferente, trazendo à tona o protagonismo negro. Nessa obra, vamos acompanhar uma Nova Iorque sofrendo com uma enorme onda de calor, que vem a causar um apagão total por toda cidade. A partir deste blackout que seis histórias de amor irão se desenvolver, cada uma à sua maneira.

Das seis autoras desta obra, eu só tinha lido algo da Nicola Yoon e conhecia de nome a Angie Thomas. Finalizando a obra, eu só tive a certeza de que queria conhecer melhor as outras autoras também. Todas as escritas são fluidas e combinam tão bem entre si que não parecem várias narrativas unidas e sim uma coisa só. Isso foi incrível de acompanhar, pois só deixou o livro mais interessante e envolvente.

Algumas histórias tiveram mais destaques do que outras e acho que esse foi o ponto que não me permitiu dar 5 estrelas para o livro. Como, por exemplo, o encontro de Nella e Joss na casa de repouso onde o avô da primeira menina vive. A conexão das duas foi instantânea e a química entre elas era inegável. Mas sua história foi cortada antes da melhor parte e elas não apareceram mais. Também queria um pouquinho mais da interação entre Tremaine e JJ, que foi fofa desde o início.

O ponto mais positivo desse livro é que tem amor para todos os gostos. Temos relacionamentos LGBTQIA+, romance nascendo entre melhores amigos, ex-namorados retomando a relação, triângulo amoroso, pessoas se conhecendo e se apaixonando à primeira vista… Cada história de amor teve sua peculiaridade, nenhuma semelhante à outra, o que só deixou a obra mais apaixonante.

Os personagens foram muito bem caracterizados e todos os protagonistas dos contos tinham alguma ligação entre si. Às vezes nada muito óbvio, mas se você prestar bem atenção nos detalhes, irá perceber que uma história complementava a outra e achei essa dinâmica sensacional, pois realmente parecia se tratar de uma coisa só e não vários fragmentos unidos em um conjunto só.

A edição física está sensacional. A capa preta com os detalhes em amarelo e roxo ficou muito bem ornamentada, fora que o título brilha no escuro. A diagramação é simples, o espaçamento é ótimo, a fonte é grande e as páginas são amareladas. Mais um excelente trabalho da Editora Seguinte.

Blackout é um livro cativante, com personagens reais e repleto de amor e representatividade. É uma história que me deixou com um quentinho no coração quando terminei e que com toda certeza eu recomendo a leitura a todos. Tenho certeza que vão se encantar tanto quanto eu.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário