• Livro: Túnel de Ossos (City of Ghosts #02)
  • Autor: Victoria Schwab
  • Editora: Galera Record
  • Páginas: 252
Sinopse: Da autora best-seller Victoria Schwab, Túnel de ossos é a aguardada sequência do misterioso A cidade dos fantasmas. Viaje com Cass e Jacob para Paris e descubra o que ― ou quem ― reside, silenciosamente, na deslumbrante Cidade-Luz. Os fantasmas da Escócia podem até ter ficado para trás... Mas, para Cassidy Blake, eles a seguem aonde quer que ela vá.As gravações de Os Espectores, programa de TV dos pais de Cassidy sobre os lugares mais assombrados do mundo, estão a todo vapor. Agora, após deixarem Edimburgo, a família decola para a França, em direção à cidade da luz, do romance... e dos croissants. Mas, na vida de Cass, nem tudo é o que parece ser.Com Jacob a seu lado, ela irá desbravar os segredos e mistérios escondidos, à espreita, nas esquinas, avenidas, ruelas...E nas catacumbas subterrâneas.Tudo vai ― na medida do possível ― muito bem, até Cass acidentalmente despertar um poltergeist, espírito cujo poder ultrapassa tudo o que ela já viu antes, causando caos e desordem por onde passa. Agora, sem deixar que seus pais descubram, ela precisará reunir determinação e coragem suficientes, além de suas ainda crescentes habilidades, se quiser escapar com vida da cidade.Mas seu tempo está acabando... rápido demais.Uma história sobre bravura, lealdade, amor e, principalmente, a força da amizade, Túnel de ossos leva você a um universo mágico, onde o sobrenatural e o fantástico se confundem, camuflando-se onde menos se espera.

Após quase perder a vida para um fantasma na Escócia, tudo que Cassidy Blake deseja é um pouco de paz. Mas é claro que ter pais que estão gravando um programa sobre os lugares mais assombrados do mundo, sendo uma caçadora de fantasmas, não lhe dará esse sossego. O destino da família Blake agora é Paris, que não é só conhecida pela Torre Eiffel ou pelo romance que exala no ar. O local é também extremamente assombrado, tendo as catacumbas subterrâneas a maior porcentagem de fantasmas por metro quadrado.

Porém, essa viagem começa com o pé direito. Eles estão hospedados em um bom hotel, mas tirando um puxão ou outro do Véu, Cass consegue controlar suas travessias, o que deixa seu amigo Jacob bem contente. Apesar de ser um fantasma, ele odeia tudo relacionado ao outro lado e quer proteger Cass acima de tudo.

Só que, obviamente, as coisas não ficarão bem assim pra sempre. Sem querer, Cass despertou um poltergeist, uma espécie diferente dos fantasmas aos quais ela está acostumada. Mesmo com a ajuda de sua nova amiga Lara, que também é uma caçadora de fantasmas, Cassidy não consegue forçar o poltergeist a fazer a travessia. O fantasma é um menino de pouca idade e suas travessuras começam pequenas, mas aos poucos vão se tornando extremamente perigosas, colocando a vida de Cass e de todos ao seu redor em grande risco.

Agora, Cassidy e Jacob precisarão encontrar uma forma de deter este poltergeist antes que seja tarde demais. Mas como caçar um fantasma por Paris e não revelar a verdade aos seus pais? Em uma batalha contra o tempo, Cass usará de todos os seus talentos e contará com improváveis aliados para resolver este problema antes de partirem para a próxima cidade. Contudo, será que vai ser suficiente?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

No início desse ano a Galera Record publicou A Cidade dos Fantasmas, uma obra inédita de Victoria Schwab aqui no Brasil. Depois de comprar meu exemplar na pré-venda e lê-lo imediatamente, me apaixonei perdidamente por mais essa história de uma das minhas autoras favoritas. Agora, finalzinho do ano, a editora já lançou a continuação e, é claro, eu fui correndo conferir. E não poderia ter gostado mais!

A escrita de Schwab é simplesmente viciante. Já falei aqui algumas vezes o talento que ela tem de me tirar de qualquer ressaca literária. Suas séries são sempre empolgantes e esta em questão me atraiu pelo clima bem diferente, mais juvenil, o que torna a leitura ainda mais leve e fluida. Mas o talento da autora está no detalhe de que mesmo escrevendo para um público mais jovem, sua narrativa é bem madura, o que a torna perfeita para todas as idades.

Cassidy é uma personagem que gosto muito, mas esse livro foi todinho do Jacob. Finalmente teremos algumas respostas sobre o passado do nosso fantasma preferido e isso será muito importante para fortalecer ainda mais a amizade dos protagonistas. Também gostei muito de Adele, uma nova amiga que Cass faz em Paris e a ajuda muito na batalha com o poltergeist. Acho incrível a facilidade que Cass tem de fazer amigos, queria ser assim. Haha.

Um ponto muito alto dessa história foi que Schwab conseguiu me deixar apreensivo. As cenas passadas nas catacumbas e também na Catedral de Notre Dame me causaram arrepios e fiquei bem tenso com o rumo da história nestes momentos. Algumas histórias de fantasmas contadas pelos pais de Cass me marcaram muito. Não é nada muito aterrorizante, mas pessoas com o emocional mais fraco para terror – tipo eu – podem ficar um tanto amedrontadas.

O final foi sensacional. Tudo que critiquei no primeiro volume da série a autora melhorou na continuação. As peças foram encaixadas corretamente, sem pressa, correndo conforme a sua necessidade de acontecer e todos os personagens tiveram seu momento de brilhar. Além disso, Victoria deixou um gancho excelente para o terceiro e último volume da série, que já estou roendo as unhas de ansiedade para ter logo a publicação. Galera Record, nunca te pedi nada!

Túnel de Ossos é uma excelente continuação para uma série com bastante potencial e traz bastante ação, aventura e uma boa dose de terror, com personagens novos interessantes e oportunizando os já conhecidos de se destacarem. Mais uma vez tiro o chapéu para Victoria Schwab e, é claro, deixo aqui minha recomendação a todos vocês. Tenho certeza que não irão se arrepender de dar uma chance para essa trilogia.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário