• Livro: A Grande Ilusão
  • Autor: Harlan Coben
  • Editora: Arqueiro
  • Páginas: 304
Sinopse: Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes. Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas. Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente? Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma.

Maya Stern teve sua irmã assassinada há quatro meses, quando estava combatendo no Iraque. Agora, tão pouco tempo depois, seu marido Joe também foi assassinado em uma tentativa de assalto, da qual ela conseguiu escapar ilesa. A polícia está investigando e Maya seria a principal suspeita, mas não há nenhuma prova que a incrimine. Tudo o que a ex-militar deseja é seguir em frente com sua vida ao lado da filha de dois anos, a pequena Lily.

Após o enterro do marido, Maya recebe de presente de uma amiga um porta-retratos digital com uma câmera escondida, com a ideia de proteger Lily, que passa o dia todo com a babá enquanto a mãe trabalha. E é com extremo choque que Maya irá encarar as imagens registradas nas gravações. De início ela não consegue acreditar, mas ela tem certeza do que viu. Joe estava nas imagens, brincando com Lily, quando deveria estar morto.

Quando Maya tenta confrontar a babá sobre as imagens, é atacada pela garota, que foge com o cartão de memória com as gravações. Maya sabe que se contar a alguém o que viu será taxada como louca. Desde que voltou da guerra ela sofre de TEPT e duas perdas familiares tão próximas podem ter desencadeado algo dentro dela. Mas a moça sabe que não está louca e decide investigar tudo por conta própria.

Aos poucos, Maya vai descobrindo mais informações e com a ajuda de improváveis aliados vai entrar a fundo em uma perigosa investigação sobre o passado do falecido marido, que pode a levar a descobrir coisas que deviam permanecer em segredo. Porém, quando uma nova informação sobre a morte da irmã chega ao seu conhecimento, Maya percebe que as duas mortes podem estar interligadas e não vai sossegar até encontrar a verdade. Mas como fazer isso se todos acham que ela está louca?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

A Grande Ilusão foi lançado originalmente em 2017 pela Editora Arqueiro, mas recentemente ganhou uma nova edição com a arte gráfica atualizada. Quem acompanha o blog com frequência percebeu que tenho lido muitos livros de Harlan Coben recentemente, sendo este relançamento meu sexto livro lido do autor. Já estou completamente apaixonado pela escrita de Coben e cada livro dele me surpreende de forma única. Mas devo dizer que eu não estava preparado para o que A Grande Ilusão tinha para oferecer.

O livro é narrado em terceira pessoa e acompanha a perspectiva de Maya. Acho que esse é o primeiro livro do autor que leio com uma protagonista feminina e logo de cara eu já gostei dessa diversificação. Maya é uma personagem única, muito bem construída, daquelas que te conquistam desde a primeira aparição. Por ser ex-militar, algumas de suas atitudes soam meio robóticas, mas é tudo justificável. É evidente o amor que ela sente pela família e o quão disposta está a arriscar tudo para protegê-los.

A escrita de Coben se superou nesse livro, tamanha a fluidez. Normalmente os livros do autor tem um início mais lento, até ele fazer toda a ambientação da trama, mas aqui foi diferente. Na primeira página Harlan já conseguiu me prender e só consegui largar o livro quando acabei a leitura. Diferentemente de suas outras obras, esse aqui acompanha uma narrativa linear de Maya sempre na mesma investigação. Tem algumas informações soltas que vão se atar apenas no final, mas todos os passos levam ao mesmo destino.

O final, pra mim, não poderia ter sido melhor. Mais uma vez Harlan Coben me fez de trouxa… e eu AMEI! De todos os livros que li do autor, acho que esse foi o que mais me surpreendeu, pois minhas teorias não chegaram nem perto da realidade. Aprendi a suspeitar de tudo e de todos e cada novo detalhe que aparecia eu já elaborava toda uma teoria envolvendo aquela pessoa, que muito provavelmente não tinha nada a ver. E aí Coben veio com o desfecho e meu cérebro explodiu. Sério. Eu realmente esperava tudo, menos isso.

A Grande Ilusão se tornou um dos meus livros favoritos de Harlan Coben – e da vida – e não posso deixar de recomendar a leitura a todos. Se você busca um thriller bem escrito, com um mistério instigante, personagens bem construídos e um final maravilhoso, este é o livro que você está procurando. O título de Mestre das Noites em Claro do autor não veio à toa. Se joguem na leitura, tenho certeza que não irão se arrepender!

 

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário