02 março, 2022

NA TELONA :: ‘BATMAN’

  • Filme: Batman
  • Título original: The Batman
  • Diretor: Matt Reeves
  • Distribuidora: WARNER BROS.
  • Duração: 2h57min
  • Lançamento: 03 de Março de 2022
  • Classificação: 14 anos
  • Gênero: WARNER BROS.
  • Distribuidora: WARNER BROS.
Sinopse: Batman segue o segundo ano de Bruce Wayne (Robert Pattinson) como o herói de Gotham, causando medo nos corações dos criminosos da sombria cidade. Com apenas alguns aliados de confiança - Alfred Pennyworth (Andy Serkis) e o tenente James Gordon (Jeffrey Wright) - entre a rede corrupta de funcionários e figuras importantes do distrito, o vigilante solitário se estabeleceu como a única personificação da vingança entre seus concidadãos. Durante uma de suas investigações, Bruce acaba envolvendo a si mesmo e Gordon em um jogo de gato e rato, ao investigar uma série de maquinações sádicas em uma trilha de pistas enigmáticas estabelecida pelo vilão Charada. Quando o trabalho acaba o levando a descobrir uma onda de corrupção que envolve o nome de sua família, pondo em risco a própria integridade e as memórias que tinha sobre seu pai, Thomas Wayne, as evidências começam a chegar mais perto de casa, precisando, Batman, forjar novos relacionamentos, para assim desmascarar o culpado e fazer justiça ao abuso de poder e à corrupção que há muito tempo assola Gotham City.

No mês passado eu fui convidado pela Espaço/Z a participar de mais uma cabine de imprensa aqui em Brasília e hoje eu vim contar para vocês a minha opinião sobre um dos filmes mais aguardados do ano, Batman.

Dirigido por Matt Reeves e com o queridissímo Robert Pattinson no papel titular, Batman conta a história de um Bruce Wayne que está fazendo suas rondas noturnas pela cidade de Gotham há apenas 2 anos, o que já foi suficiente para conquistar a confiança do Comissário Gordon (Jeffrey Wright) mas que ainda não é bem visto pelo restante força policial da cidade. Com a chegada de um serial killer que se aparesenta como Charada (Paul Dano), Batman precisa se juntar a Gordon para desvendar as charadas deixadas pelo criminoso e botar um fim nessa matança.

Qualquer pessoa que acompanha o universo da DC nos cinemas sabe que a produção de Batman não foi uma coisa fácil. Trocas de diretores, troca de atores, conversa de cancelamento, adiamento, diversos casos de covid e muitos outros empecilhos marcaram esse projeto. Porém depois de muitos anos de espera finalmente chegou o momento do mundo assistir esse novo capítulo na da história de um dos maiores super-heróis de todos os tempos.

Como já era de se esperar, Matt Reeves conseguiu entregar nesse filme tudo o que os fãs queriam: um filme com uma pegada bem noir e carregado de investigação, afinal, o Batman não é considerado um dos maiores detetives do mundo à toa. O diretor não teve medo de apostar em um ritmo mais lento (se compardo a outros filmes de super-herói), o que casa perfeitamente com o clima melancólico e aterrorizante de Gotham.

Quando se trata de Batman é impossível não fazer comparações a tão aclamada trilogia do Nolan, que conquistou milhares de fãs ao redor do mundo por trazer uma abordagem mais adulta e realista. Se comparado ao segundo filme da trilogia, O Cavaleiro das Trevas, o filme de Reeves consegue ser tão bom quanto. É claro que isso se trata puramente de gosto pessoal, mas acredito que tanto Reeves quanto Nolan conseguiram transmitir muito bem a carga emocional do herói.

Já se tratando de elenco não tem como negar que as escolhas para esse filme foram perfeitas. Robert Pattinson conseguiu transmitir o psicológico torturado do personagem de uma maneira que nenhum outro ator conseguiu. O Bruce Wayne que vemos nesse filme não é um homem tão maduro quanto o de Christian Bale ou Ben Affleck, muito pelo contrário, Pattinson da vida à um homem inexperiente e carregado de emoções, ajudando a humanizar o personagem. Além dele, o elenco também conta com Zoë Kravitz que da vida a Selina Kyle, Colin Farrel que está irreconhecível como o Pinguim, Andy Serkis como Alfred Pennyworth e Paul Dano dando um show de atuação como Charada.

Durante as quase três horas de duração do longa, é possível contar nos dedos a quantidade de vezes que Paul Dano aparrece em tela, porém o ator conseguiu entregar uma das melhores, se não a melhor, atuação do filme.

Em questões técnicas o filme não deixa nada a desejar. Greig Fraser, responsável pela fotografia de filmes como Duna e A Hora Mais Escura, acertou em cheio nesse filme, trazendo uma fotografia que complementa o clima noir muito bem. A trilha sonora assinada por Michael Giacchino também não fica pra trás, o compositor soube complementar tanto as cenas de ação quanto as cenas de investigação e desenvolvimento de uma forma impecável, nos deixando inquietos do início ao fim.

Batman chega oficialmente aos cinemas brasileiros nesta quinta, dia 03 de Março, mas já possui sessões de pré estréia acontecendo nos cinemas de todo o país.

 

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário