• Livro: No Coração de Manhattan
  • Autor: Lauren Layne
  • Editora: Paralela
  • Páginas: 216
Sinopse: Violet Townsend sempre gostou de agradar. Criada num universo ultraprivilegiado, ela faria qualquer coisa pelas pessoas que ama, em especial a melhor amiga de sua falecida avó, o mais próximo de família que lhe restou. Então, quando Edith pede a Violet que ensine seu recém-encontrado neto a se encaixar na elite nova-iorquina, Violet concorda, claro. Seu objetivo é tornar Cain Stone o CEO perfeito para a empresa de Edith. Nascido e criado na Luisiana, Cain infelizmente não tem nenhum interesse na avó que ele não sabia que existia, e muito menos em se tornar um almofadinha da cidade grande. Mas em algum momento, entre jantares desastrosos e ternos caros demais, Violet e Cain começam a se dar bem, e ela percebe que ele não é o único ali que tem coisas a aprender. Enquanto os sentimentos de um pelo outro crescem, Violet e Cain descobrem que se abrir para novas experiências talvez não seja tão ruim assim e que o amor pode vir de lugares inesperados.

Violet Townsend perdeu os pais muito cedo e sempre viveu com a avó, que lhe ensinou a ser um exemplo de moça perfeita. Depois da avó falecer, Violet ficou muito próxima de Edith, a melhor amiga de sua avó. As duas também tornaram-se muito amigas e Violet faz tudo por Edith. Então quando a senhora lhe faz um pedido um tanto inusitado, Violet não vê alternativa se não aceitar.

Edith é a CEO de uma empresa multimilionária e precisa passar o controle dos negócios para alguém. Por ser um negócio de família, deveria ser passado ao seu herdeiro direto, mas o filho dela faleceu há alguns anos. Só que Edith descobriu que ela tinha um neto perdido, um homem chamado Cain Stone, que vivia em Louisiana.

Cain é um homem completamente diferente do que se espera de um CEO. Com um cabelo comprido, barba e um aspecto selvagem, ele é bruto demais para o mundo dos negócios. Edith deseja que Violet, que conhece tudo sobre moda e bons costumes, ajude Cain a se tornar o homem perfeito, para que o conselho da empresa aceite deixá-lo como CEO.

Só que quem disse que Cain está afim de se tornar uma marionete nas mãos de Violet? Ele não quer estar em Nova York, tampouco ter contato com a avó que nunca lhe procurou. A proposta de dinheiro que ele pode alcançar é o que lhe faz pensar em ficar, mas sob seus próprios métodos. Mas Violet não vai desistir em fazer uma transformação completa no rapaz, custe o que custar.

Mas acontece que quanto mais tempo Violet e Cain vão passando juntos, mais um vai conhecendo o verdadeiro coração do outro e uma atração inegável surge entre eles. A partir disso, Violet começará a questionar tudo aquilo em que sempre acreditou. Por que ela precisa ser essa menina perfeita e deixar suas vontades de lado em prol dos outros? E por que ela não pode se apaixonar pelo homem que ela pensou odiar?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Lauren Layne é uma autora que sempre esteve em meu radar, mas que nunca tive a oportunidade de ler. Quando a Companhia das Letras me enviou o livro, através da parceria do Time de Leitores, finalmente tive a chance que eu tanto esperava. Estava procurando um livro de romance contemporâneo que me cativasse e este era uma boa pedida.

A escrita de Lauren é muito fluida e envolvente. Somando isso com as poucas páginas, esse é um livro que pode ser lido em uma sentada, que foi o que fiz. Desde a primeira página me vi preso na história e torcendo por um final feliz entre Violet e Cain, mas principalmente pela transformação da garota. Eu me identifiquei muito com Violet e sua questão de sempre tentar se perfeita, pois já vivi uma época em que eu fazia de tudo para agradar os outros e esquecia de mim mesmo.

Cain é um personagem completamente apaixonante. Num primeiro momento não gostei dele, com seu jeito arrogante e chucro, mas aos poucos dá pra perceber que essa personalidade é um muro que ele construiu para não se deixar magoar. Quanto mais avançava na leitura, mais gostava dele e queria que ele desse o braço a torcer em seus sentimentos por Violet e também pela avó.

O final foi perfeito! Lauren soube construir um clímax destruidor, para então entregar o final feliz que eu estava ansiando. Como me aventurei na leitura sem saber nada sobre a trama, fiquei verdadeiramente preocupado que o livro acabasse de uma forma diferente e eu fosse morrer chorando. Mas acho que mesmo assim a leitura teria valido a pena!

No Coração de Manhattan é um livro fluido e apaixonante, com personagens humanos, que erram tentando acertar e buscam sua própria redenção. É uma obra que recomendo de olhos fechados e que tenho certeza que muitos irão se apaixonar. Vale demais a leitura!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário